A Comissão de Finanças e Orçamento analisa, na manhã desta quinta-feira (17), cinco projetos de suplementação orçamentária, enviados pela Prefeitura e somando R$ 77 milhões, para votação em regime de urgência. Os vereadores estão reclamando da pressa em aprovar a medida, ao fim da última sessão antes do recesso parlamentar.

Segundo os vereadores, os projetos de suplementação já receberam parecer favorável da Comissão de Legislação, Justiça e Redação Final, normalmente chamada de CCJ. “Esses projetos são altamente técnicos e precisam de mais tempo para analisar”, ponderou Grazielle Machado (PR), uma das que mais questiona a votação ‘às pressas’ destas matérias.

A vereadora lembrou que, quando era presidente da Comissão de Finanças, chegou a ser notificada pelo Ministério Público por possível omissão. “Tem que analisar bem antes”, comentou nesta manhã.