Campo-grandenses acham prova da OAB difícil e complicada

A maioria dos candidatos que fizeram a prova da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) em Campo Grande neste domingo (3) achou a avaliação difícil e complicada. O consenso geral era de que a prova estava mais elaborada que a do ano anterior. A cabeleireira Zenilda Aranda, de 43 anos, não deixou a prova confiante. […]
| 04/08/2014
- 00:13
Campo-grandenses acham prova da OAB difícil e complicada

A maioria dos candidatos que fizeram a prova da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) em Campo Grande neste domingo (3) achou a avaliação difícil e complicada. O consenso geral era de que a prova estava mais elaborada que a do ano anterior.

A cabeleireira Zenilda Aranda, de 43 anos, não deixou a prova confiante. “Estava bem mais difícil que a última. Não sei não se passei”, conta. O estudante Gabriel Lemes, de 22 anos, partilha da mesma opinião. “A prova estava mais complicada, muita questão fiquei em dúvida entre duas respostas”, disse.

A prova foi realizada na UCDB (Universidade católica Dom Bosco) e tinha 80 questões de múltipla escolha e abrange as disciplinas profissionalizantes obrigatórias e integrantes do currículo mínimo do curso de Direito, além de questões sobre o Estatuto da Advocacia e da OAB (Lei 8.906/94) e seu Regulamento Geral, Código de Ética e Disciplina da OAB, Direitos Humanos, Código do Consumidor, Estatuto da Criança e do Adolescente, Filosofia do Direito, Direito Ambiental e Direito Internacional.

Últimas notícias