Atlético-MG bate xará do PR com gols contra e já mira G-4

Melhor em campo durante quase todo o jogo, o Atlético-MG precisou da ajuda de dois lances curiosos para vencer o Atlético-PR, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro: a vitória por 3 a 1 veio com gols contra bizarros de Léo Pereira e Deivid. O resultado deixa o time alvinegro em ótima condição: está em 11º, com […]
| 04/08/2014
- 03:25
Atlético-MG bate xará do PR com gols contra e já mira G-4

Melhor em campo durante quase todo o jogo, o Atlético-MG precisou da ajuda de dois lances curiosos para vencer o Atlético-PR, neste domingo, pelo Campeonato Brasileiro: a vitória por 3 a 1 veio com gols contra bizarros de Léo Pereira e Deivid. O resultado deixa o time alvinegro em ótima condição: está em 11º, com 18 pontos, e tem um jogo a menos. Caso vença a Chapecoense na próxima quarta-feira, ficará com 21 pontos, colado no G-4. Já o Atlético-PR tem 19 e está em 9º.

O primeiro tempo inteiro foi do Atlético-MG. Desde o começo do jogo, o time alvinegro criou seguidas chances de gol e sufocou o time adversário. Diego Tardelli, Jô e principalmente Maicosuel (três vezes) tiveram ótimas chances de marcar, mas faltou pontaria e sobrou o talento do jovem goleiro Santos.

O Atlético-PR só atacou bem em um contra-ataque, após sofrer uma bola na trave, mas o lance não foi aproveitado por Marcelo. Então aconteceu o que parecia inevitável, o gol do Atlético-MG, mas de forma improvável: após cobrança de lateral de Marcos Rocha, o zagueiro Léo Silva desviou a bola para o gol.

Mesmo sem substituição, o Atlético-PR melhorou no segundo tempo e conseguiu seu gol após falha de Victor. Aos 10min, o jovem Marcos Guilherme resolveu chutar de longe, rasteiro, e a bola passou embaixo dos braços do goleiro.

O lance acordou o Atlético-MG, que voltou a jogar bem, principalmente após a entrada de Luan no lugar de Guilherme. Primeiro ele levou perigo e parou em outra boa defesa de Santos. Depois, aos 30min, participou do lance bizarro que gerou o segundo gol. Ele cruzou para a área, e o jovem zagueiro Léo Pereira desviou a bola de canela para dentro do próprio gol.

O lance atormentou o Atlético-PR, que ficou praticamente entregue em campo. Diego Tardelli quase marcou aos 35min, e Luan fez outra jogada perigosa que quase terminou em gol contra, aos 40min.

O terceiro gol mostrou como o Atlético-PR ficou abalado: após um toque de calcanhar para área, o volante Deivid tentou tirar a bola, mas encobriu o goleiro Santos e fez contra, fechando o placar da partida.

Últimas notícias