A Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) vai pedir ajuda ao governo federal para tentar conter a propagação dos “rolezinhos”, informa o jornal Folha de S. Paulo. Para a organização, estes eventos geram insegurança e perturbam consumidores, o que leva os centros comerciais a preferirem fechar as portas para os horários em que são marcados.

De acordo com o presidente da Alshop, Nabil Sahyoun, o objetivo é convencer a presidente Dilma Rousseff a convocar as lideranças dos rolezinhos para dialogar, da mesma forma como ela fez durante as manifestações do ano passado. Ele afirma que é preciso proibir a convocação para os rolezinhos. Sahyoun também pede que o policiamento nos centros comerciais seja reforçado e que os organizadores sejam punidos e, no caso de serem menores, os seus pais.