Mesmo com uma decisão judicial para desocupação do Jardim Clímax, em Dourados (MS), a 228Km de Campo Grande, diversas famílias continuam no local, em que será usado para construir 200 casas com recursos do Governo Federal.

Hoje pela manhã, segundo o site Dourados News, os acampados procuraram o prefeito Murilo Zauith (PSB), que disse não ter como intervir em decisão judicial.

“Estamos verificando o local invadido e o número real de acampados, para depois realizarmos os cadastros deles [as famílias] na Habitação, precisamos analisar se as áreas são públicas, privadas ou de preservação ambiental para vermos o que faremos” disse o diretor de habitação, Antônio Carlos Araújo Cruz.

Os invasores devem deixar o local até sexta-feira, mensurou Cruz. No local será feita uma obra do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) do Governo Federal. Porém desde fevereiro do ano passado a obra está parada, pois a construtora vencedora da licitação abandonou o empreendimento após decretar falência, segundo o Dourados News.