Geral

Por curiosidade, médico é baleado e morto em Minas Gerais

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar a morte do médico Marcos Vinícius Galantino, 52, em Uberlândia (537 km de Belo Horizonte). Segundo a Polícia Militar (PM), o médico fazia plantão na Unidade de Atendimento Integrado do bairro Martins, região central da cidade, quando escutou um barulho de explosão e saiu para ver o que […]

Arquivo Publicado em 18/07/2013, às 15h15

None

A Polícia Civil abriu inquérito para investigar a morte do médico Marcos Vinícius Galantino, 52, em Uberlândia (537 km de Belo Horizonte). Segundo a Polícia Militar (PM), o médico fazia plantão na Unidade de Atendimento Integrado do bairro Martins, região central da cidade, quando escutou um barulho de explosão e saiu para ver o que acontecia.


Naquele momento, suspeitos ainda não identificados explodiam os caixas eletrônicos da agência da Caixa Econômica Federal, loalizada perto da Unidade, para tentar levar o dinheiro dos caixas. Vizinhos escutaram o barulho e acionaram a policia, que surpreendeu os homens quando eles tentavam fugir.


Os policiais tentaram abordá-los, mas houve troca de tiros entre os policiais e os bandidos. O médico que estava em meio ao tiroteio foi atingido no peito. Ele chegou a ser concorrido, mas não resistiu e morreu.


As câmeras de vigilância da agência, segundo o comandante da 9ª Região da Polícia Militar, coronel Dilmar Crovato, flagraram a ação. As imagens, segundo ele, estão sendo analisadas para tentar identificar de onde partiu o disparo que matou o médico. “A ação da PM será avaliada internamente também”, disse.


Os suspeitos levaram R$ 130 mil dos caixas e deixaram mais de R$ 3.000 na agência. Todos conseguiram fugir, e, até a manhã desta quinta, a polícia não tinha pistas dos foragidos.

Jornal Midiamax