Geral

Papa pede aos fiéis que rezem por sua viagem ao Rio de Janeiro

O Papa pediu neste domingo aos fiéis que o acompanhem com preces durante a viagem que realizará amanhã para o Rio de Janeiro para participar da Jornada Mundial da Juventude (JMJ). “Peço que me acompanhem espiritualmente com preces na minha viagem que começo amanhã”, disse o pontífice entre milhares de pessoas que assistiram na praça […]

Arquivo Publicado em 21/07/2013, às 11h20

None

O Papa pediu neste domingo aos fiéis que o acompanhem com preces durante a viagem que realizará amanhã para o Rio de Janeiro para participar da Jornada Mundial da Juventude (JMJ).


“Peço que me acompanhem espiritualmente com preces na minha viagem que começo amanhã”, disse o pontífice entre milhares de pessoas que assistiram na praça São Pedro, no Vaticano, a reza do Ângelus.


Francisco afirmou que no Rio haverá milhares de pessoas de todo o mundo e que por isso a JMJ será a “semana mundial da juventude”. Além disso, o Papa encorajou os jovens a perguntarem a Jesus o que “têm que fazer com suas vidas” e “qual é o caminho que devem tomar”.


“Esta pode se chamar a semana da juventude. Todos os jovens que estarão em Rio vão querer sentir a voz de Jesus, escutar Jesus. Senhor, o que devo fazer com minha vida? O que queres de mim? Que caminho devo tomar”, disse o papa.


O Papa disse aos milhares de jovens que estavam presentes na praça, alguns com cartazes onde se lia “boa viagem”, que todos eles, no mundo todo, devem se fazer a mesma pergunta: “Senhor Jesus, o que devo fazer com minha vida?”.


Francisco pediu também a intercessão de Maria, “tão amada e venerada” no Brasil, para esta “nova etapa da grande peregrinação de jovens pelo mundo”. O Papa visitará a Basílica de Nossa Senhora, na cidade de Aparecida, em São Paulo, no dia 24 de julho.


Nos últimos dias Francisco fez diversos comentários sobre a JMJ. Ontem, o Papa foi do Vaticano para a Basílica de Santa Maria Maggiore de Roma para pedir à Virgem proteção em sua primeira viagem internacional.


Em 8 de julho, o pontífice viajou à ilha italiana de Lampedusa, a cerca de cem quilômetros do litoral africano, para demonstrar sua solidariedade aos imigrantes ilegais que tentam entrar na Europa.

Jornal Midiamax