O prefeito Nelson Trad Filho esteve reunido nesta segunda-feira (15) à noite com os lojistas do Shopping Campo Grande para apresentar o andamento das obras de contenção de enchentes, com investimento total de R$ 22,5 milhões  para sanar os estragos e evitar futuros danos.
Segundo a assessoria de imprensa da Prefeitura, um dos pontos críticos que dão força às enchentes é o Parque das Nações Indígenas, concebido para possuir três lagos, mas só tem um. Com a folhagem que vai para o fundo do lago, ocorre o assoreamento e, quando ocorrem as chuvas, as águas vêm com toda a força em direção ao shopping. 
Outro ponto crucial é o Córrego Sóter, que não tem largura suficiente para suportar a vazão das águas da chuva. Para reverter esta situação, foi construída uma bacia de amortecimento na cabeceira do córrego, além de três barragens para amortecer a força da enxurrada. Está em fase de construção a quarta e a quinta será erguida por uma construtora como contrapartida ambiental, pela construção de um conjunto habitacional próximo ao córrego.
Investimentos 
 Foi construída uma caixa de detenção no valor de R$ 955.366,33 e investidos R$ 475.020,17 em drenagem pluvial. Já na rua Paulo Coelho Machado, o investimento na 1ª etapa alcançou R$ 5.770,324 e na 2ª etapa R$ 1.506.673,75. A bacia de represamento construída custou aos cofres públicos R$ 3.104.005,87 e tem capacidade de represar 99.448 mil litros de água.