Geral

PMA apreende 132 anzóis de galho e percebe nova estratégia de pesca predatória

A PMA (Polícia Militar Ambiental) descobriu, durante fiscalização de rotina na manhã de hoje às margens do Rio Coxim, entre Camapuã e São Gabriel do Oeste, uma nova estratégia de pesca predatória. Os militares encontraram 132 anzóis de galho, sendo que alguns estavam armados com um sino na linha do anzol, de forma a fazer […]

Arquivo Publicado em 28/11/2011, às 20h39

None

A PMA (Polícia Militar Ambiental) descobriu, durante fiscalização de rotina na manhã de hoje às margens do Rio Coxim, entre Camapuã e São Gabriel do Oeste, uma nova estratégia de pesca predatória.


Os militares encontraram 132 anzóis de galho, sendo que alguns estavam armados com um sino na linha do anzol, de forma a fazer barulho quando o peixe estivesse fisgado. Os policiais não localizaram os proprietários dos anzóis, mas perceberam a nova tática dos pescadores.


Segundo a PMA, eles armam os anzóis de galho e redes de pesca e vão depois só conferi-los, ficando difícil a captura destes elementos, que normalmente são pessoas que residem nas proximidades do rio.


A PMA ainda recolheu um molinete à margem do rio, provavelmente deixado por alguém que pescava e fugiu ao perceber o barulho do motor do barco dos policiais.

Jornal Midiamax