A morte de ‘caruncho’, um porco de 70 quilos, levou uma mulher de 38 anos para cadeia na cidade de Paranaíba, a 410 quilômetros de Campo Grande, nesta semana. Ela foi presa em flagrante na quinta-feira (18) pela polícia após o dono sentir falta do animal, seguir um rastro de sangue, e achar partes do suíno no quintal da vizinha.

De acordo com o dono, o animal servia como matriz para reprodução e era tratado como ‘animal de estimação’. Segundo ele, a vizinha deve ter carneado o porco, que era tratado como ‘caruncho’ para comer parte da carcaça e vender o resto.

Na avaliação do criador, ‘caruncho’ valia cerca de R$ 250 reais. Até este sábado (20) a mulher, que foi detida em flagrante, segue presa por furto na delegacia da cidade.