Chegam no próximo domingo (21), por volta das 22 horas, na Base Aérea de Campo Grande 66 militares que integram o contingente da Companhia de Engenharia da Força de Paz no Haiti. Os militares permaneceram por seis meses ajudando a reconstruir o país devastado por um terremoto em 2010. A princípio os militares devem chegar e ficaram em quarentena até encontrar as suas famílias.

De acordo com o Comando Militar do Oeste (CMO), os militares seguem algumas Diretrizes Médico-Sanitário para a Mobilização e Desmobilização dos Efetivos Militares da Minustah. Menida necessária para evitar contaminação e evitar doenças comuns que existem no Haiti, como a cólera e a malaria e que podem ser transmitidas.

A companhia que está no Haiti é composta por diversos militares de todo o país. Eles davam continuidade aos trabalhos de infraestrutura básica da capital de Porto Príncipe, e de algumas cidade do interior que foram atingindo pelo terremoto em 2010.

A primeira leva de militares da Companhia, composta por 44 integrantes, retornou da missão no dia 6 de agosto. No dia 26 de agosto, no 18º B Log, sediado em Campo Grande, será realizada uma solenidade pelo final da desmobilização, oportunidade em que os militares poderão retornar às suas Organizações Militares de origem, ao convívio de suas famílias e poderão atender aos profissionais da imprensa.