O presidente da Venezuela, Hugo Chávez, anunciou nesta sexta-feira (5) que voltará a Cuba neste sábado (6) para receber a segunda etapa do tratamento de quimioterapia, depois que seus médicos cubanos e venezuelanos analisaram sua condição.

O presidente venezuelano informou ao canal de televisão estatal que enviou à Assembleia Nacional uma carta na qual pede permissão para se ausentar a partir de sábado “com o objetivo de continuar em Havana (…) o tratamento de quimioterapia”.

Chávez informou que tomou a decisão depois de se reunir nesta sexta-feira com a equipe de médicos cubanos e venezuelanos encarregados pelo tratamento do câncer e assinalou que pediu a permissão da Assembleia porque o tratamento pode levar mais de cinco dias.

– Decidimos viajar para Cuba para continuar com o mesmo ritmo, é preciso chegar lá para fazer umas revisões (…) e dar continuidade, mas não só pela equipe humana, mas pelos equipamentos médicos.

O presidente venezuelano explicou que a segunda fase deve começar “seguramente na segunda-feira” e que no domingo se submeterá a exames médicos.

– Nunca estive em estado melhor, espiritual, de amor, de vontade de viver, de vontade de continuar adiante.

A Secretaria do Parlamento venezuelano convocou nesta sexta-feira uma reunião de urgência com os legisladores para realizar no sábado uma sessão extraordinária na qual abordará a autorização da viagem do presidente a Cuba, segundo informou o órgão legislativo através de sua conta no Twitter.