Uma idosa de 67 anos, no Jardim Imá, e uma mulher de 21 anos, no bairro Panorama, foram atacadas por cachorros da raça Pit bull durante o final de semana.

Dois animais da raça Pit bull realizaram ataques em partes diferentes de Campo Grande durante este final de semana. Em um dos casos, Edna Souza Azambuja, de 67 anos, quase teve a mão arrancada pelo cão. No outro, uma mulher de 21 anos foi mordida violentamente pelo cachorro da família.

A idosa foi atacada no último sábado (13), na rua Guanabara, bairro Jardim Imá. Ela passou por cirurgia na Santa Casa e passa bem. Já no domingo (14), a adolescente foi atacada também por um Pit bull no Jardim Panorama, região sul de Campo Grande. Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o animal é de propriedade da família da jovem.

Ela foi atacada principalmente nas regiões das nádegas e nas pernas, perdeu muito sangue e foi encaminhada em estado grave para a Santa Casa de Campo Grande. O ataque violento só foi interrompido quando populares acertaram o cachorro com dois golpes de facão: um na cabeça e outro na região lombar.

O cachorro foi levado para o CZZ (Centro de Controle de Zoonozes) de Campo Grande. De acordo com funcionários do local, animais agressores ficam em observação por 10 dias e podem ser sacrificados caso apresentem comportamento anormal.

O animal que atacou a jovem poderá ainda ser submetido à eutanásia por conta dos ferimentos. (Colaborou Jeozadaque Garcia)