O presidente estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB) Sergio Assim, anunciou em entrevista ao Midiamax que o senador Valter Pereira vai deixar o PMDB e se filiar ao PSB.

Segundo Assis, falta apenas fazer o anúncio oficial que contará com a participação do pré-candidato a presidência, o deputado federal Ciro Gomes, e outras personalidades políticas do partido. “Já está tudo acertado e o senador Valter está no PSB, agora é só uma questão de anunciar e somar forças”, declarou. Segundo ele, a filiação foi decidida em reunião na Associação dos Munícipios do Mato Grosso do Sul, Assomasul.

Beto Pereira, prefeito de Terenos e presidente da entidade, pode seguir o mesmo caminho que o pai. Segundo ele, com a filiação do seu pai, o caminho natural é seguir os passos dele, que foi um dos fundadores do MDB (Movimento Democrático Brasileiro), que originou o PMDB.

Para Sergio Assis, a vinda de Valter Pereira e de Beto fortalecem o partido e serão decisivas no próximo pleito municipal em 2012.

Sobre o apoio do partido aos candidatos ao governo do Estado, Assis preferiu manter o suspense. “Não temos paixão por nenhum deles, vamos apoiar quem nos oferecer melhor chapa e chances de eleger nossos canditados”.

Recusa

Hoje pela manhã, o senador Valter Pereira (PMDB) informou ter recusado proposta do governador André Puccinelli (PMDB) para concorrer a deputado federal pelo partido. “Aquilo que ele disse publicamente, ele [André] realmente propôs, mas não aceitei”, respondeu hoje pela manhã durante audiência sobre o Pré-Sal na Assembleia Legislativa. Na semana passada, André disse duvidar da desfiliação de Valter e mencionou que se o parlamentar concorresse a deputado federal teria 99% de sair vitorioso das urnas.