Geral

Presídio feminino de Bataguassu inaugura Setor de Saúde

O Estabelecimento Penal Feminino de Bataguassu (EPFB) agora conta com um Setor de Saúde mais equipado. Foi inaugurada na tarde de quarta-feira (14) uma nova ala constando um ambulatório para atendimento clínico e repouso e um gabinete odontológico. A estrutura deverá garantir um atendimento mais digno às internas e diminuir a necessidade de realização de […]

Arquivo Publicado em 15/07/2010, às 16h15

None

O Estabelecimento Penal Feminino de Bataguassu (EPFB) agora conta com um Setor de Saúde mais equipado. Foi inaugurada na tarde de quarta-feira (14) uma nova ala constando um ambulatório para atendimento clínico e repouso e um gabinete odontológico.


A estrutura deverá garantir um atendimento mais digno às internas e diminuir a necessidade de realização de escoltas de saúde. A construção do novo setor foi realizada por meio de uma parceria entre a Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário (Agepen), o Conselho da Comunidade de Bataguassu, Vara de Execuções Penais da Comarca, com o apoio da Prefeitura de Bataguassu – por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde – que doou mobiliário e equipamentos.


Reeducandas atuaram na obra como serventes e realizaram a pintura do prédio. Durante a solenidade de inauguração, o diretor-presidente da Agepen destacou a ativação do novo atendimento representa uma grande conquista e é reflexo de esforços concentrados. “Onde a Agepen consegue estabelecer parcerias, onde temos um comprometimento da comunidade, do Poder Público Municipal e do Judiciário conseguimos muitos avanços”, comentou.


Em seu discurso, o juiz de Execuções Penais, Cássio Roberto dos Santos, ressaltou que a execução penal não é uma questão meramente jurídica e sim social. “É um problema de todos, se não tivéssemos esse entendimento aqui em Bataguassu não conseguiríamos o estamos conseguindo, estamos progredindo, espero que a gente continue crescendo e melhorando essa idéia”, disse, citando as obras realizadas nas unidades penais da cidade com o apoio do Conselho da Comunidade, como a reforma no presídio de regime fechado masculino e a criação do semiaberto.


 O presidente o do Conselho da Comunidade, José Sebastião de Andrade, falou sobre a importância de ser atenção ao sistema prisional no sentido de diminuir a reincidência criminal e os índices de criminalidade: “A realidade demonstra um descaso da sociedade, contribuindo pra que o preso e o egresso continue em desajustamento”. Segundo ele, em Bataguassu, o Conselho e a Agepen tem atuado no sentido de reverter essa situação. “Tanto que atualmente temos 100% da massa carcerária trabalhando”, enfatizou.


A solenidade de inauguração contou com presença do diretor de operações da Agepen, Pedro Carrilho de Arantes, do diretor de Assistência Penitenciária, Leonardo Arévalo Dias, e do prefeito de Bataguassu João Carlos Aquino Lemes, entre outras autoridades locais.


Atendimentos


Foram disponibilizados pela Secretária Municipal de Saúde para atuarem no presídio, uma enfermeira, uma psicóloga, um dentista e um clínico geral, conforme informou o secretário José Sebastião de Andrade Junior. A enfermeira atuará diariamente no local e o médico fará consultas uma vez por semana. Já o atendimento odontológico acontecerá três vezes por semana. O municipio de Bataguassu já pactuou com o Ministério da justiça para atuar com o Plano Nacional de Saúde do Homem Encarcerado e recebe repasse mensal, que é revertido em compra de medicamentos.

Jornal Midiamax