Geral

Mãe e filha são atropeladas e mortas por homem embriagado

Um homem com sinais de embriaguez foi preso em flagrante nesta terça-feira (28) após atropelar e matar duas pessoas, sendo mãe e filha, em Santa Cruz do Sul, a 150 km de Porto Alegre (RS). Roberto José Rigert, 50 anos, dirigia uma Parati no início da noite desta terça-feira (28) quando atropelou Maria Amélia de […]

Arquivo Publicado em 29/12/2010, às 20h18

None

Um homem com sinais de embriaguez foi preso em flagrante nesta terça-feira (28) após atropelar e matar duas pessoas, sendo mãe e filha, em Santa Cruz do Sul, a 150 km de Porto Alegre (RS). Roberto José Rigert, 50 anos, dirigia uma Parati no início da noite desta terça-feira (28) quando atropelou Maria Amélia de Oliveira Silveira, 88 anos, e a filha dela, Aceli Niches do Nascimento, 67 anos. As duas chegavam em casa, no bairro Faxinal, nas proximidades do Presídio Regional de Santa Cruz. Elas foram socorridas, mas não resistiram aos ferimentos.


Rigert foi detido pela polícia, que realizou o teste de bafômetro. O aparelho apontou 1,07 miligramas de álcool por litro de ar expelido, mais de três vezes o permitido pela legislação. O motorista foi preso em flagrante acusado de homicídio com dolo eventual (quando se assume o risco de cometer um crime) e encaminhado ao Presídio Regional.


Logo após o acidente, uma equipe de reportagem da cidade conversou com Rigert, que confessou ter tomado “uma cerveja só, mais nada”. De acordo com sua advogada, Rosângela Rassier, o motorista não teria enxergado mãe e filha. “Ele disse que quando viu estava muito em cima. Foi impossível evitar o acidente”, explica.

Jornal Midiamax