Inscrições para 191 mil vagas no IBGE terminam amanhã

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) encerra amanhã (4) as inscrições para 191.972 vagas temporárias para recenseadores, que trabalharão no Censo 2010 nos 5.565 municípios do Brasil. As inscrições custam R$ 18. Segundo o IBGE, até o dia 1º de abril o processo seletivo já havia recebido 668.506 inscrições confirmadas. O Estado com […]
| 03/04/2010
- 22:44
Inscrições para 191 mil vagas no IBGE terminam amanhã

O IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) encerra amanhã (4) as inscrições para 191.972 vagas temporárias para recenseadores, que trabalharão no Censo 2010 nos 5.565 municípios do Brasil. As inscrições custam R$ 18.

Segundo o IBGE, até o dia 1º de abril o processo seletivo já havia recebido 668.506 inscrições confirmadas. O Estado com a maior relação candidato/vaga era o Piauí (6,31), e o Rio Grande do Sul apresentava a menor relação (2,42). A média no país era de 3,48.

 

Ainda de acordo com os organizadores do concurso, desde o dia 25 de março só estão sendo aceitas inscrições pela internet, no site da Fundação Cesgranrio onde está publicado o edital.

 

Os candidatos podem se inscrever até às 23h59 de domingo. Quem se inscrever no fim de semana, quando os bancos estão fechados, poderá efetuar o pagamento do boleto bancário até terça-feira (6).

Os aprovados trabalharão na coleta de dados do Censo 2010, por um período de um a quatro meses, utilizando computadores de mão. O horário de trabalho será flexível, mas é recomendável que o candidato disponha de 25 a 30 horas semanais para realizar as entrevistas domiciliares.

 

Quem pode concorrer

Os candidatos terão de se inscrever na área de trabalho do município onde desejam trabalhar — há municípios com mais de uma área de trabalho. Essa exigência também vale para as inscrições feitas pela Internet.

De acordo com o edital do concurso, o trabalho tem duração de cinco meses e o pagamento será baseado na produção do recenseador, conforme o número de casas e pessoas recenseadas, e registro da coleta de dados. No edital, não há referência aos valores que serão pagos.

Para concorrer, é necessário ter concluído o ensino fundamental (antigo 1º grau), estar com 18 anos completos na data da contratação, ter nacionalidade brasileira ou, em caso de nacionalidade portuguesa, estar amparado pelo estatuto de igualdade. Os candidatos também precisam estar em dia com as obrigações eleitorais e militares. Não poderão concorrer servidores da administração direta ou indireta da União, estados, Distrito Federal e municípios, os empregados de suas subsidiárias e controladas, bem como os contratados temporário nos últimos 24 meses.

Provas

Previstas para 30 de maio, as provas ocorrerão simultaneamente em todo o país, em locais que serão divulgados a partir de 18 de maio. Haverá 50 questões objetivas: língua portuguesa (10), matemática (10), conhecimentos gerais (10) e conhecimentos técnicos, baseadas no Estudo dos Conhecimentos Técnicos que serão aplicados no Censo Demográfico 2010 (20).

Os classificados nas provas objetivas farão um treinamento, com caráter eliminatório e classificatório. A efetivação dos contratos de trabalho está condicionada ao resultado do teste final. A previsão é que o trabalho dos recenseadores seja concluído em até cinco meses. Eles serão pagos por produção, com base na quantidade de domicílios recenseados, e também terão direito 13º salário e férias proporcionais aos dias trabalhados e à produção.

Veja também

Confira o filme publicitário comemorativo dos 46 anos de MS, com narração do cantor Paulo Simões, compositor de "Trem do Pantanal"

Últimas notícias