Geral

Começa vacinação contra aftosa na fronteira com a Bolívia

Mais de 80 mil bovinos e bubalinos, com até 12 meses, criados na região de fronteira de Mato Grosso com a Bolívia começaram a ser vacinados hoje (1º) contra a febre aftosa. A vacinação vai até o final do mês em 521 propriedades rurais localizadas nos municípios de Cáceres, Porto Esperidião e Vila Bela da […]

Arquivo Publicado em 01/02/2010, às 20h53

None

Mais de 80 mil bovinos e bubalinos, com até 12 meses, criados na região de fronteira de Mato Grosso com a Bolívia começaram a ser vacinados hoje (1º) contra a febre aftosa. A vacinação vai até o final do mês em 521 propriedades rurais localizadas nos municípios de Cáceres, Porto Esperidião e Vila Bela da Santíssima Trindade.

O Ministério da Agricultura informou que, em assentamentos e reservas indígenas, a imunização será supervisionada por fiscais do serviço veterinário. As vacinas serão custeadas pelo Fundo Emergencial da Febre Aftosa de Mato Grosso aplicadas por servidores estaduais do Instituto de Defesa Agropecuária (Indea).

“A vacinação assistida garante a proteção dos animais e complementa as ações de controle do trânsito, em barreiras fixas e móveis”, explicou, em nota, o chefe do serviço de defesa agropecuária do estado, Ênio José Martins.

Os comprovantes de vacinação serão emitidos pelo Indea por se tratar de animais em área de fronteira. Os bovinos e bubalinos com mais de 12 meses serão vacinados em maio e novembro, nas próximas etapas da campanha.

O governo espera que todo o território nacional obtenha o status internacional de livre de febre aftosa até o final de 2010. O Brasil ainda enfrenta restrições ao comércio de carnes com alguns mercados porque tem áreas que não são consideradas como livres da doença pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

Jornal Midiamax