O teve sua drama no intensificado nesta quarta-feira, ao perder por 2 a 1 para o Internacional, no estádio de São Januário, por 2 a 1, nesta quinta-feira, pela 29ª rodada. Impaciente, a torcida vascaína vaiou o time, que chegou a jogar os minutos finais com dois jogadores a menos e corre sérios riscos de rebaixamento.

Com a vitória, o Inter fica mais perto de garantir a permanência na divisão, pois chegou aos 38 pontos, na 11ª posição. O Vasco, por outro lado, vê a crise voltar nesta reta ao continuar na degola, com 30.

O time cruzmaltino contou com a presença maciça da sua torcida, mas não conseguiu ter o início de que todos esperavam. Motivado após golear o Santos por 7 a 1, o time gaúcho saiu na pressão e abriu o placar logo com 19 minutos. Alan Patrick deu passe espetacular para Maurício, livre dentro da área. Ele deu um leve desvio para fazer 1 a 0.

O Inter continuou sufocando o Vasco e chegou a marcar com Enner Valencia. A arbitragem, no entanto, pegou impedimento e anulou o lance. Com o controle do jogo, o time gaúcho não deixou o adversário criar e transformou o duelo em ataque contra defesa.

A torcida foi ficando impaciente com a fraca atuação do Vasco e chegou a protestar ainda com a bola rolando. O panorama, não mudou. O Inter continuou no ataque, mas só conseguiu levar a vantagem mínima para o intervalo.

No segundo tempo, o Vasco voltou com tudo para o ataque e perdeu grande oportunidade de gol aos 11. Lucas Piton cruzou para Vegetti, que deu bela cabeça para a defesa do goleiro Rochet. O castigo veio na sequência. Aos 13, Enner Valencia venceu a disputa com Léo e viu a bola sobra com Bustos. O lateral devolveu para o atacante, que ampliou.

O Inter tinha o domínio do jogo, mas deixou o Vasco cresce e diminuir aos 38. Erick Marcus cruzou para Alex Teixeira, que cabeceou para o gol. Quando todos esperavam uma pressão, Paulinho deu dura entrada em Pedro Henrique e foi expulso. Erick Marcus fez a mesma coisa com Carlos de Pena e deixou o time carioca com dois jogadores a menos. Com vantagem numérica, o Internacional optou por apenas administrar o resultado e confirmar uma grande vitória fora de casa.

Na próxima rodada, o Vasco enfrenta o Goiás no domingo, às 16h, no estádio da Serrinha, em Goiânia (GO). No mesmo dia, às 18h30, o Inter recebe o Coritiba, no Beira-Rio, em Porto Alegre (RS).

FICHA TÉCNICA

VASCO 1 X 2 INTERNACIONAL

VASCO – Léo Jardim, Paulo Henrique (Puma Rodríguez), Medel, Léo, Lucas Piton; Zé Gabriel (Alex Teixeira), Praxedes (Jair), Paulinho, Payet (Erick Marcus), Gabriel Pec e Vegetti. Técnico: Ramón Díaz.

INTENACIONALR – Rochet; Bustos (Nicolás Hernández), Vitão, Mercado e Renê; Johnny, Aránguiz (Bruno Henrique), Maurício (Igor Gomes) e Alan Patrick (Carlos de Pena); Wanderson e Enner Valencia (Pedro Henrique). Técnico: Eduardo Coudet.

GOLS – Maurício, aos 19 minutos do primeiro tempo. Enner Valencia, aos 13 e Alex Teixeira, aos 38 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO – Luiz Flavio de Oliveira (SP)

CARTÕES AMARELOS – Medel e Zé Gabriel (Vasco); Carlos de PenaMercado e Rochet (Inter)

CARTÕES VERMELHOS – Paulinho e Erick Marcus (Vasco)

RENDA – Não disponível.

PÚBLICO – 20.098 torcedores

LOCAL – Estádio São Januário, no (RJ)