O atleta Miguel Hidalgo conquistou, nesta quinta-feira (2), a medalha de ouro no triatlo dos Jogos Pan-Americanos de Santiago, no Chile. Assimm, na cidade litorânea de Viña del Mar, o brasileiro completou os 1.500 metros de natação, os 40 quilômetros de bicicleta e os 10 km de corrida do Pan em 1h46min08, um segundo à frente do americano Matthew McElroy.

O pódio, então, foi completado pelo mexicano Crisanto Grajales (1h46min11).

“Foi a prova mais importante da minha vida e a mais difícil. Muita pressão por largar como número 1. Senti que tinha de vencer e não dormi nas duas últimas noites. Estava doente, com dor de garganta… Errei na largada, errei na bicicleta, errei na natação, mas eu queria tanto esse ouro. No foi só coração porque eu não tinha mais perna”, disse Miguel Hidalgo, de 23 anos, sexto no Campeonato Mundial e oitavo no evento-teste em Paris.

Nado artístico ganha medalha no Pan e vai à Olimpíada

Nado artístico brasileiro conquistou a medalha de bronze. (Mirian Jeske, COB)
Nado artístico brasileiro conquistou a medalha de bronze. (Mirian Jeske, COB)

No nado artístico, o Brasil voltou a ocupar um lugar no pódio no dueto do Pan, depois de ficar de fora nas duas últimas edições pan-americanas. Isso porque Laura Miccuci e Gabriela Silva ficaram com a medalha de bronze e ainda garantiram a vaga olímpica.

Assim, as brasileiras ficaram com a nota 191,9604, enquanto as mexicanas, medalhistas de ouro, somaram 235.7875 e as americanas, donas da prata, receberam 212.8292.

“A gente está feliz demais de poder colocar o Brasil de novo no pódio. A gente treinou muito por esse momento”, disse Laura. “É uma honra muito grande trazer o Brasil ao pódio, que não acontecia desde 2011”, completou Gabriela após o resultado no Pan.