A seleção brasileira continua os treinamentos para dois novos desafios das eliminatórias da de 2026. Nessa terça-feira, o técnico, Fernando Diniz, disse que terá o ‘trio dos seus sonhos no ataque da equipe’ para as disputas contra e Uruguai.

Brasil e Venezuela jogam nessa quinta-feira (12), em Cuiabá-MT e na próxima terça-feira (17) contra o Uruguai, em Montevidéu.

Desde quando foi contratado pela CBF (Confederação Brasileira de Futebol), Diniz já imaginava treinar a seleção com o ataque formado por Neymar, Vini Junior e Rodrygo como titulares, o que, na opinião do treinador, é ‘a representação do futebol brasileiro’.

A reportagem do Uol lembra que  Vini Jr estava lesionado e teve que ficar fora das duas primeiras partidas, contra e Peru, com vitórias da seleção brasileira. Na ocasião, os quatro jogadores do ataque foram Neymar, Rodrygo, Raphinha e Richarlison.

Com a recuperação de Vini Jr, os treinamentos, apesar de poucos, serão fundamentais para fazer o ‘trio’ mostrar os primeiros entrosamentos em campo. Na avaliação da equipe de esportes do Uol, o centroavante deverá ser Richarlison ou Gabriel Jesus.

Como Fernando Diniz vê muito talento e criatividade no ‘trio dos sonhos’, a meta do treinador é que eles se sintam confortáveis em campo, sem muita preocupação em marcar os adversários e, sim, em criar as jogadas.

A expectativa é que o Brasil garanta a terceira vitória, contra a Venezuela, e assim tenha 100% de aproveitamento e continue na liderança do grupo, nas eliminatórias da Copa.