Slimani caiu de vez nas graças dos torcedores do Coritiba. O atacante marcou e liderou o time alviverde na vitória no clássico com o Athletico-PR, pelo placar de 2 a 0, neste domingo, no estádio Couto Pereira, pela 25ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O Coritiba quebrou uma sequência de oito derrotas consecutivas. A última havia sido em julho, quando bateu o por 2 a 0. Apesar do triunfo, ainda é o lanterna do Brasileirão, com 17 pontos, ainda longe de deixar a zona de rebaixamento.

O Athletico-PR, por sua vez, perdeu a oportunidade de se aproximar dos líderes do Brasileirão, e acabou estacionado nos 40 pontos. O time rubro-negro sentiu falta do seu atacante Vitor Roque, que se lesionou na rodada passada. Willian Bigode assumiu a vaga de titular, com Pablo, suspenso, mas não esteve à altura

O clássico já foi realizado em 101 oportunidades, com 34 vitórias do Athletico-PR, 28 empates e 39 triunfos do Coritiba. O time alviverde, que havia vencido apenas um nos últimos dez confrontos contra o rival, voltou a festejar em um clássico.

O Coritiba foi para cima do rival e abriu o placar aos 13 minutos. Victor Luis soltou o pé em cobrança de falta e marcou um golaço. Bento, que voltou de lesão, esticou-se, mas não conseguiu fazer a defesa.

Sem Vitor Roque, o Athletico-PR praticamente não conseguiu se desvencilhar da marcação e ficou vendo o seu rival jogar. O Coritiba, então, aproveitou-se do momento ruim do adversário para fazer o segundo ainda no primeiro tempo. Aos 47, em cobrança de falta rápida, Marcelino Moreno cruzou da esquerda para Slimani. O atacante cabeceou com categoria para marcar.

No segundo tempo, o Athletico tentou pressionar no início, mas faltou inspiração. Aos oito minutos, Canobbio chutou para fora. A melhor chance foi aos 22. Em cobrança de falta de Zapelli, a bola desviou e sobrou para Rômulo. Ele tentou uma bicicleta e viu Gabriel fazer um milagre.

Na frente do marcador, o Coritiba recuou e fechou a casinha. Coube ao Athletico avançar suas linhas, mas continuou sem conseguir a bola de infiltração. Canobbio, então, arriscou de longe, aos 24, mas parou em nova defesa de Gabriel.

Os minutos finais foram de tensão. O Athletico pressionou, mas foi o Coritiba que chegou a ter um gol anulado. Fransérgio marcou de cabeça, mas a arbitragem pegou impedimento, anulou o lance e decretou a vitória do Coritiba.

Na próxima rodada, o Coritiba enfrenta o no domingo, às 18h30, na Arena MRV, em Belo Horizonte (MG). No mesmo dia e horário, o Athletico recebe o Red Bull Bragantino, na Ligga Arena, em (PR).

Saiba Mais