Martine Grael e Kahena Kunze buscarão o tricampeonato olímpico em Paris-2024. A classificação veio nesta quinta-feira (2), nos Jogos Pan-Americanos de Santiago. Isso porque, líderes da competição no Chile, elas abriram 21 pontos de vantagem para a argentina Maria Sol Branz e Cecília Carranza, faltando somente a Medal Race, e, dessa forma, não há como perderem.

“Tarefa cumprida. Estamos muito felizes por conquistarmos a classificação. A regata hoje foi bem pegada com as americanas e canadenses, porque está sendo uma disputa forte nossa com elas. Está todo mundo dando na cara, nós entramos no meio e fomos para cima. Amanhã tem mais e vamos com tudo”, disse Martine Grael, celebrando a vaga e já focada na busca pelo bicampeonato pan-americano.

Defendendo o título do Pan em Santiago, as brasileiras venceram uma das três regatas do dia da classe 49erFX na raia de Algarrobo, em Valparaíso, somaram outros dois terceiros e alcançaram a pontuação necessária para não perder das argentinas, com quem disputavam a vaga.

Martine Grael e Kahena Kunze vão atrás do ouro

Assim, garantidas, Martine Grael e Kahena Kunze elas tentarão o topo do pódio. Elas têm 20 pontos perdidos no Pan na disputa com as americanas Stephanie Roble e Margareth Shea e as canadenses Alexandra Ten Hove e Mariah Alice Millen. Estas têm 22 pontos.

Já as argentinas Maria Sol Branz e Cecília Carranza chegaram a 41 pontos perdidos. Então, como a classificação olímpica no Pan é por região, as brasileiras ficarão à frente das argentinas. As peruanas Diana Maria Ballon e Adriana Velaochaga estão em último, com 52 pontos perdidos.

Nesta sexta-feira (3) o país buscará outras medalhas na vela. Bruna Martinelli (IQFoil) está em quarto, mesma posição de Marco Grael e Gabriel Simões, na 49er. Também há chance na Nacra, com brasileiros em terceiro e na Fórmula kite surf, com Bruno Lobo no masculino e Socorro Reis.