Um dos jogadores mais experientes da seleção brasileira, o zagueiro Marquinhos disse nesta segunda-feira que a equipe precisa encarar o jogo com a Argentina, agendado para terça, no Maracanã, “com muita coragem e personalidade”.

“Eles (argentinos) tentam intimidar da maneira que podem. A gente precisa ter personalidade e principalmente não ter medo de nada. A gente está pronto, mas tem que encarar com muita coragem e personalidade”, afirmou o jogador, que lembrou do histórico de jogadas ríspidas entre as duas equipes.

Na última partida contra os argentinos pelas Eliminatórias da Copa, em 2021, em San Juan, o zagueiro Otamendi acertou uma cotovelada no rosto do atacante Raphinha e saiu impune do lance. A partida terminou empatada por 0 e 0, e o Brasil seguiu como líder na classificação.

As circunstâncias agora são bem diferentes. O confronto vale novamente pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, mas o Brasil está longe do topo da tabela, ocupado pela Argentina, com 12 pontos. “São equipes em momentos diferentes. Tudo pode acontecer, mas a gente vai ter que enfrentar com muita coragem”, disse o zagueiro.

Após cinco rodadas do torneio, o Brasil de Fernando Diniz ocupa apenas a quinta colocação com sete pontos. Dependendo dos resultados da rodada, a seleção brasileira pode fechar o ano fora da zona de classificação direta para o Mundial. A América do Sul tem seis vagas garantidas na Copa. O sétimo colocado das Eliminatórias disputa uma repescagem.

Para o zagueiro, que foi o capitão do time na derrota para a Colômbia na semana passada, por 2 a 1, de virada, o fato de jogar diante da torcida deve ser favorável para o Brasil, mesmo em um momento delicado.

“O Maracanã é sempre muito especial. Um estádio que tem muita história, principalmente para a seleção brasileira. A gente recebe muita energia da torcida. Tudo que a gente fizer em campo, a gente vai trazer essa energia, essa motivação, esse entusiasmo para o jogo.”

Marquinhos também falou sobre o astro argentino , seu ex-companheiro no Saint-Germain. “É um gênio, um jogador diferente. Como amigo e companheiro, aproveitei muito no . Cresci com ele em todos os aspectos. Mas amanhã, infelizmente, é adversário.”

Brasil e Argentina se enfrentam nesta terça-feira, às 21h30, no Maracanã. O zagueiro da seleção classificou o confronto como “tipo de jogo que nos faz crescer”.

Saiba Mais