O Criciúma aumentou a pressão sobre a Ponte Preta ao vencer, num vazio estádio Moisés Lucarelli, por 2 a 1, na noite desta sexta-feira, pela segunda rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. De quebra, o time catarinense assumiu a liderança da tabela.

O time catarinense tem 100% de aproveitamento. Na estreia, venceu o Tombense por 2 a 0. Já a Ponte Preta segue na lanterna, até por ter perdido na primeira rodada por 3 a 0 para o Vitória

A Ponte Preta, que jogou com portões fechados por causa de uma punição por briga de torcedores na partida com o Vasco no ano passado, teve uma semana turbulenta com a saída do técnico Hélio dos Anjos. Felipe Moreira assumiu de forma interina até que um novo treinador seja anunciado.

A torcida alvinegra, no entanto, esteve do lado de fora do estádio e tentaram incentivar os jogadores com gritos e músicas, mas sem sucesso.

O primeiro tempo foi muito agitado com ambas as equipes partindo para cima. O Criciúma começou melhor e abriu o placar aos 11 minutos. Marquinhos Gabriel recebeu na entrada da área e colocou a bola na cabeça de Marcelo Hermes. O lateral testou cruzado para superar Caíque e fazer 1 a 0.

Mas não deu nem tempo para comemorar. A Ponte Preta respondeu na mesma moeda, aos 12 minutos. Após cobrança de escanteio de Elvis, Jeh cabeceou e exigiu grande defesa de Gustavo. Na sobra, Matheus Jesus só teve o trabalho de empurrar para o fundo das redes.

O jogo continuou lá e cá, mas foi o Criciúma quem aproveitou melhor as oportunidades da primeira etapa. Aos 31 minutos, Marquinhos Gabriel deixou Fellipe Mateus na cara do gol. O camisa 7 rodou o corpo e chutou rasteiro para fazer 2 a 1.

No segundo tempo, o Criciúma esteve mais cauteloso e deu a bola para a Ponte Preta, que saiu na pressão. Aos 11 minutos, Júnior Tavares recebeu pela esquerda e cruzou, Jeh deu um leve desvio e mandou no travessão do goleiro Gustavo.

Após o abafa inicial da equipe da Ponte, o jogo caiu muito de produção e as chances foram cada vez mais remotas. O Criciúma foi conseguindo administrar o resultado, mas lamentou muito a saída de Marquinhos Gabriel, substituído com uma lesão muscular na coxa.

Nos minutos finais, a Ponte Preta pressionou, mas só assustou nas bolas paradas de Elvis. Em uma cobrança de falta, Artur desviou e Gustavo salvou com uma defesa em cima da linha. O Criciúma se fechou por completo e conseguiu a vitória em Campinas.

Na próxima rodada, o Criciúma enfrenta o Avaí na sexta-feira, às 19h, no estádio Heriberto Hülse, em Criciúma (SP). No dia seguinte, a Ponte Preta visita a Chapecoense, às 17h, na Arena Condá, em Chapecó (SC).

FICHA TÉCNICA:

PONTE PRETA 1 X 2 CRICIÚMA

PONTE PRETA – Caíque França; Mailton (Feliphinho), Edson, Artur e Júnior Tavares (Jean Carlos); Matheus Jesus, Luiz Felipe, Felipe Amaral (Samuel Andrade) e Elvis; Jeh (Eliel) e Pablo Dyego (Gui Pira). Técnico: Felipe Moreira (interino).

CRICIÚMA – Gustavo; Cristovam, Walissom Maia, Rodrigo e Marcelo Hermes; Rômulo (Léo Costa), Arilson, Marquinhos Gabriel (Cristopher) e Fellipe Mateus (Hélder); Eder (Lohan) e Fabinho (João Carlos). Técnico: Cláudio Tencati.

GOLS – Marcelo Hermes, aos 11, Matheus Jesus, aos 12, e Fellipe Mateus, aos 31 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS – Jeh e Matheus Jesus (Ponte Preta); Cristovam e Fabinho (Criciúma).

ÁRBITRO – Leandro Pedro Vuaden (RS)

RENDA E PÚBLICO – Jogo com portões fechados.

LOCAL – Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas (SP).