As últimas rodadas do de 2022 têm sido de muito sofrimento para o torcedor do . A esperança de classificação para a próxima edição da Copa , que se renova a cada tropeço de uma equipe que briga com o time de por um lugar entro os oito primeiros colocados, se transforma em desespero a cada resultado ruim do time. Nesta terça-feira, foi mais uma noite para ser esquecida – derrota no Morumbi para o Internacional por 1 a 0.

Depois da derrota para o Fluminense no último sábado, os dias foram conturbados no Morumbi, com direito a uma rusga entre Rogério Ceni e o meia Patrick. O resultado foi que o meia, titular na maioria das partidas da temporada, começou o jogo entre os reservas, com o São Paulo entrando em campo com três zagueiros – e tentando encontrar um rumo com nada menos do que 12 desfalques.

A equipe gaúcha impôs o seu ritmo de jogo desde o início da partida. A segunda melhor defesa do Campeonato Brasileiro conseguiu anular as principais armas ofensivas do São Paulo. E mais, o time do técnico Mano Menezes rondou a área do goleiro Felipe Alves durante toda a primeira etapa.

O primeiro gol do Internacional saiu aos 20 minutos. Alan Patrick recebeu na entrada da área e tocou para Pedro Henrique, que abriu na direita para Mauricio, que entrou em posição legal, nas costas da marcação. Sozinho, ele finalizou com força para abrir o placar para os gaúchos.

O São Paulo estava uma bagunça em campo. A melhor chance de empate da equipe surgiu aos 26, quando Calleri recebeu na área e, bem marcado, tentou de calcanhar, mas a zaga do Inter conseguiu se salvar. O São Paulo ainda chegou com certo perigo em um chute de longa distância de Pablo Maia, que o goleiro Keiller desviou para escanteio. Depois disso, até o final da primeira etapa, só deu Inter. Aos 35, Alemão deu lindo passe para Pedro Henrique, que ficou na cara do gol e finalizou com muita força, para ótima defesa de Felipe Alves.

Ceni mexeu bem no São Paulo no intervalo. Ele sacou o zagueiro Luizão e mandou a campo o meia Patrick, o que fez com que o time voltasse a atuar com quatro jogadores no sistema defensivo – antes de o segundo tempo começar, o técnico ainda sacou Reinaldo e mandou Welington para o jogo.

Com muita pressão da torcida em cima da equipe, o São Paulo voltou e foi para o ataque. Logo aos oito minutos, a equipe conseguiu vencer a forte defesa colorada. Calleri foi acionado na direita e cruzou com força, mas o goleiro Keiller afastou a bola, que sobrou nos pés de Igor Gomes na entrada da área. Ele limpou a marcação e bateu forte, no ângulo direito, marcando um lindo gol. Contudo, no momento em que Calleri fazia o cruzamento, Rodrigo Nestor fez uma falta clara em Rodrigo Moledo Acionado pelo VAR, Wagner do Nascimento Magalhães anulou o que seria o empate.

Depois disso, o nervosismo tomou conta do São Paulo. O time não conseguiu chegar com perigo e ainda viu o goleiro Felipe Alves evitar uma derrota ainda maior em um chute de Thauan Lara. A partida terminou com os quase 20 mil torcedores chamando o time de “sem vergonha”. Depois de perder a final da Sul-Americana para o Independiente del Valle, o São Paulo perdeu mais uma ‘decisão'. Se os seus principais adversários vencerem seus jogos nesta rodada, o time do Morumbi só se classificará para a Libertadores com uma improvável combinação de resultados.

FICHA TÉCNICA

SÃO PAULO 0 x 1 INTERNACIONAL

SÃO PAULO – Felipe Alves; Luizão (Patrick), Ferraresi e Léo; Marcos Guilherme (Nahuel Bustos), Rodrigo Nestor, Pablo Maia, Igor Gomes (Talles) e Reinaldo (Welington); Luciano (André Anderson) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni.

INTERNACIONAL – Keiller; Bustos, Vitão, Rodrigo Moledo e Renê; Johnny (Matheus Dias), Alan Patrick (Thauan Lara), Carlos de Pena e Maurício (Taison); Pedro Henrique (Wanderson) e Alemão (Braian Romero). Técnico: Mano Menezes.

GOL – Maurício, aos 20 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO – Wagner do Nascimento Magalhães (RJ).

CARTÕES AMARELOS – Luizão, Patrick, Rodrigo Nestor e André Anderson (São Paulo), Alan Patrick, Rodrigo Moledo, Vitão e Alemão (Internacional).

PÚBLICO – 19.692 pagantes.

RENDA – R$ 851.853,00.

LOCAL – Morumbi, em São Paulo (SP).