Um primeiro tempo de domínio completo do seu adversário, uma ida para o vestiário em desvantagem no marcador, um bate-papo transformador durante o intervalo e uma segunda etapa eletrizante, com direto a vitória sobre uma das maiores potências do futebol mundial.

O roteiro da histórica vitória sobre a Alemanha, na estreia japonesa na Copa do Mundo do Catar, repetiu-se integralmente na última rodada do Grupo E, nesta quinta-feira (1º). Até o placar do triunfo sobre a Espanha foi o mesmo: 2 a 1.

Graças às duas vitórias sobre seleções que já conquistaram títulos mundiais, o Japão conseguiu ser o primeiro colocado justamente daquele que era considerado o grupo mais difícil da competição.

Com isso, os nipônicos enfrentarão a Croácia nas oitavas de final. E, caso o Brasil também seja o líder da sua chave, poderão entrar no caminho do time pentacampeão mundial já nas quartas.

A Espanha, por outro lado, chegou a flertar com o risco da eliminação (enquanto a Costa Rica vencia a Alemanha). Mas, graças à virada dos germânicos, conseguiu avançar e jogará contra Marrocos na terça-feira (6).