Com recorde de Carli, Botafogo goleia Volta Redonda e sobe para 3º no Carioca

Joel Carli, autor do primeiro gol da partida, alcançou a marca de 180 partidas pelo Botafogo
| 08/03/2022
- 01:08
Botafogo
Assessoria/Botafogo

Na noite em que Joel Carli igualou a marca de estrangeiro que mais vestiu a camisa alvinegra em toda história, o recebeu o Volta Redonda e goleou, por 5 a 0, no estádio Nilton Santos, no Rio, pela penúltima rodada da primeira fase do Campeonato Carioca.

Joel Carli, autor do primeiro gol da partida, alcançou a marca de 180 partidas pelo Botafogo, mesmo número de jogos do também argentino Rodolfo Fischer. Ele está no clube desde 2016, um ano após o time subir na Série B, mas saiu em 2020 e retornou em 2021 num acordo para reduzir dívida milionária.

Já classificado à semifinal, o Botafogo assumiu a terceira posição, agora com 19 pontos. Tem a mesma pontuação que o Vasco (4º colocado), mas com melhor saldo de gols: 8 a 5. O Volta Redonda permaneceu com cinco pontos e caiu para a lanterna do Estadual. Tem a mesma pontuação que o Boavista (penúltimo colocado), mas com pior saldo de gols: -6 a -3. Os dois chegarão na última rodada lutando contra o rebaixamento à Segunda Divisão

O Botafogo começou a partida pressionando o Volta Redonda e logo aos nove minutos abriu o placar. Destaque no início da temporada, o lateral-direito Daniel Borges cobrou escanteio e encontrou o zagueiro Joel Carli, sozinho, para cabecear para as redes.

A vantagem tranquilizou o Botafogo, que administrou a posse de bola e só viu o Volta Redonda assustar aos 28 minutos, quando Tinga ganhou da marcação e tocou para o atacante Lelê dentro da área. O jogador foi travado por Joel Carli na hora da finalização, perdendo ótima chance de empatar.

Antes do intervalo, os jovens Rikelmi e Matheus Nascimento quase ampliaram para o Botafogo, mas foi o Volta Redonda quem balançou as redes. Aos 41, MV recebeu passe de Bruno Gallo e finalizou na saída de Gatito Fernández. A sorte botafoguense é que a arbitragem viu posição irregular e anulou o gol.

No segundo tempo, o Volta Redonda teve postura mais ofensiva e quase deixou tudo igual aos 12 minutos, com Alemão aproveitando o bate rebate na área e finalizando, mas muito fraco e com tempo de Gatito defender.

O Botafogo se defendeu bem e aos 30 minutos ampliou. Em nova cobrança de escanteio, Barreto desviou na primeira trave e Mezenga mandou para as redes. Com 2 a 0 contra no placar, o Volta Redonda se desesperou e foi ao ataque de forma desorganizada, facilitando a vida do mandante, que transformou o placar em goleada com Rikelmi, aos 41 minutos, e com Erison, aos 45 e 47.

Pela última rodada da primeira fase, o Botafogo voltará a campo no domingo para enfrentar o Audax, às 19 horas, com local ainda indefinido pela federação. Já o Volta Redonda jogará no sábado contra a Portuguesa, às 16 horas, no Luso-Brasileiro, no Rio.

FICHA TÉCNICA

BOTAFOGO 5 X 0 VOLTA REDONDA

BOTAFOGO - Gatito Fernández; Daniel Borges (Vitor Marinho), Joel Carli (Mezenga), Kanu e Jonathan Silva; Barreto, Kayque (Romildo) e Raí (Juninho); Luiz Fernando, Matheus Nascimento (Erison) e Rikelmi. Técnico: Lucio Flávio (interino).

VOLTA REDONDA - Vinicius Dias; Júlio Amorim, Eduardo Grasson, Alemão e Luiz Paulo; Bruno Barra, Bruno Gallo (Evertton) e Tinga (Romarinho); Pedrinho, Lelê (Mattos) e MV. Técnico: Wilson Leite

GOLS - Joel Carli, aos nove minutos do primeiro tempo; Mezenga, aos 30; Rikelmi, aos 41; e Erison, aos 45 e 47 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Felipe Gonçalves Paludo (RJ).

CARTÕES AMARELOS - Kanu, Kayque e Matheus Nascimento (Botafogo); Júlio Amorim, Luiz Paulo, Bruno Barra e Tinga (Volta Redonda).

PÚBLICO - 1.402 pagantes.

RENDA - R$ 44.904,00.

LOCAL - Estádio Nilton Santos, no (RJ).

 

Veja também

Ciclistas vão enfrentar trechos com terra, areia, solo irregular e trilhas com obstáculos

Últimas notícias