Pressionado por mau início, Luxemburgo é demitido do Fla

O agora ex-comandante rubro-negro não aguentou a pressão
| 26/05/2015
- 03:22
Pressionado por mau início, Luxemburgo é demitido do Fla

O agora ex-comandante rubro-negro não aguentou a pressão

Acabou mais uma passagem de Vanderlei Luxemburgo pelo Flamengo. Em reunião realizada na noite desta segunda-feira, a direção do time carioca decidiu demitir o treinador, que amarga jejum sem vitórias no Campeonato Brasileiro após três rodadas. Ex-treinador principal, Jayme de Almeida deve assumir a função interinamente após voltar para a Gávea recentemente.

O agora ex-comandante rubro-negro não aguentou a pressão pelo início ruim no Campeonato Brasileiro. Em três rodadas, o Flamengo apresentou desempenho abaixo do esperado e conquistou apenas um ponto: perdeu na estreia para um time misto do São Paulo no Morumbi, arrancou empate por 2 a 2 com o Sport no Maracanã e foi derrota pelo Avaí por 2 a 1 em Santa Catarina.

A reunião que culminou com a demissão do treinador contou com a presença dos principais dirigentes rubro-negros: o presidente Eduardo Bandeira de Melo, o CEO Fred Luz, o vice-presidente de futebol Alexandre Wrobel, o executivo Rodrigo Caetano e o vice de finanças Rodrigo Tostes. O encontro com o técnico costuma ocorrer semanalmente, mas desta vez terminou de forma negativa para Luxemburgo.

Pouco antes da reunião, o time foi recebido com protesto de 15 membros de uma torcida organizada do time no Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. A manifestação dos torcedores só aumentou a pressão e o clima ruim na Gávea.

Luxemburgo deixa a Gávea sem títulos na quarta passagem. O treinador chegou ao time rubro-negro em 23 de julho de 2014 após a saída de Ney Franco, com a equipe carioca na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. Na época, o técnico conseguiu levar a equipe até a 10ª colocação, longe dos rebaixados.

O desempenho de Luxemburgo não melhorou em 2014. O time carioca ficou fora até da final do Estadual, após ser derrotado na semifinal para o Vasco da Gama. O desempenho ruim no início do Campeonato Brasileiro só aumentou a pressão sobre o técnico, que acabou demitido.

Veja também

As regras das janelas de transferências se aplicaram apenas aos clubes das duas primeiras divisões nacionais.

Últimas notícias