Dunga assume a Seleção Olímpica até os Jogos do

A CBF anunciou na noite desta sexta-feira a demissão do treinador Alexandre Gallo da Seleção Brasileira Sub-20 a 23 dias do Mundial da Nova Zelândia. Seu substituto, também já confirmado pela entidade, será Mário Rogério Reis Micalle, que comandava a equipe do Atlético-MG da categoria. Com a mudança de comando, Dunga assume a Seleção Olímpica até os Jogos do Rio de Janeiro, em 2016.

Comandante das categorias de base do Brasil desde 2013, Gallo foi dispensado, segundo a CBF, “em acordo com a comissão técnica” da Sub-20. No total, trabalhou por 27 meses para a entidade máxima do futebol brasileiro. Seu último resultado em competições oficiais foi o 4º lugar no Sul-Americano do Uruguai, realizado em fevereiro. A colocação, entretanto, garantiu a equipe no Mundial.

Sua demissão, inclusive, vem na esteira de outra mudança na base canarinho. Nesta quarta-feira, o treinador Caio Zanardi foi demitido da Seleção Sub-17, também sem muitos esclarecimentos a respeito da decisão, e em seu lugar assumiu Carlos Amadeu, ex-assistente técnico do Vitória .

O substituto de Alexandre Gallo, Mário Rogério Reis Micalle, chega ao comando da Sub-20 credenciado por 15 anos de trabalho com futebol de base. Sua principal conquista foi a Copa de Juniores de 2008, com o Figueirense . Na edição deste ano da Copinha, ele levou o Atlético-MG às quartas de final, nas quais o time foi eliminado pelo São Paulo.

A principal missão de Micalle será, com menos de um mês de trabalho, preparar a equipe para o Mundial Sub-20 da Nova Zelândia. A competição se inicia para o Brasil no dia 31 de maio, quando o país enfrenta a Nigéria pela 1ª rodada do Grupo E, que também conta com Coreia do Norte e Hungria.

O comando da Seleção Olímpica é outro tópico delicado. Medalhista de bronze nos Jogos de Pequim, em 2008, Dunga afirmava até março deste ano que a princípio não tinha interesse em dirigir o time canarinho nas Olimpíadas do Rio de Janeiro.