O Concurso Nacional Unificado, que promete preencher quase 8 mil vagas em órgãos federais, já possui nove ministérios confirmados. O ingresso no ‘Enem dos concursos’ é voluntário e a decisão cabe a cada órgão e ministério.

Conforme o Ministério da Gestão, que organiza o concurso, as pastas possuem até 29 de setembro para manifestarem interesse em aderir à prova, que deve ocorrer em 2024.

Confira quem já aderiu ao concurso:

  • Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação;
  • Ministério dos Povos Indígenas;
  • Ministério da Saúde;
  • Ministério do Trabalho e Emprego;
  • Ministério da Gestão e da Inovação em Serviços Públicos;
  • Ministério do Desenvolvimento, Indústria, Comércio e Serviços;
  • Ministério da Justiça e Segurança Pública;
  • Ministério do Planejamento e Orçamento;
  • Ministério da Previdência Social;
  • Agência Nacional de Transportes Aquaviários.

Concurso pode ter até quase 8 mil vagas

A expectativa inicial era de que o concurso preenchesse quase 8 mil vagas federais. Entretanto, com a recusa de alguns órgãos para aderir à prova, o número deve diminuir.

Agora, são oferecidas 5.151 vagas, mas o número pode sofrer alterações até o fim do prazo.

Esse total deve agilizar a contratação de servidores, após uma baixa de 73 mil funcionários federais ao longo dos últimos anos.

Concurso Nacional Unificado ocorre em quatro cidades de MS

Nesse sentido, as provas do Concurso Nacional Unificado devem ser realizadas de forma simultânea, ou seja, ao mesmo tempo, em todo o Brasil. Para isso, a aplicação ocorrerá em 179 cidades.

Assim, confira a quantidade de cidades por região:

RegiãoNº de municípios
Norte39
Nordeste50
Centro-Oeste18
Sudeste49
Sul23

Conforme o Ministério da Gestão, a quantidade de cidades considera o raio de influência microrregional de municípios médios e grandes e as facilidades de acesso entre elas.

Por fim, em Mato Grosso do Sul, a prova será realizada em quatro municípios. Confira:

  • Campo Grande
  • Dourados
  • Três Lagoas
  • Corumbá