Presidente da distrital de Chicago do Federal Reserve (Fed), Austan Goolsbee disse que o nível geral da inflação ainda está mais alto do que gostariam de ver, mesmo que muitos dos seus componentes já estejam caindo e a oferta e demanda tenham dado sinais de maior equilíbrio. Goolsbee, que tem direito a voto nas decisões de política monetária deste ano, deu a declaração em entrevista à Marketplace transmitida hoje.

O dirigente afirmou que a política monetária está funcionando nos EUA, e que o Fed poderá conseguir entrar no “caminho de ouro” de levar a inflação à meta sem provocar uma contração econômica. “Não é uma garantia. Seria quase sem precedentes reduzir bastante a inflação sem uma recessão séria. Seria um triunfo, e o Fed e outros bancos centrais nunca conseguiram fazer isso. Mas acredito que, neste momento, podemos ser capazes de fazê-lo”, disse.

Goolsbee falou ainda que o dado mais informativo, em que prestará atenção, será o de inflação mensal e do núcleo de inflação, especialmente de bens e de setor imobiliário residencial. “Sabemos que inflação de serviços está um pouco mais persistente. Então precisamos ver progresso nisso. E já começamos a ver”, comentou.

Em contrapartida, Goolsbee disse não achar dados de salários e crescimento de salários um indicador tão bom sobre a trajetória da inflação. “Então eu prestaria menos atenção nesse”, afirmou.