Com distribuição de senhas até às 18h, moradores buscaram os descontos do nas últimas horas do prazo, nesta sexta-feira (18), na Central do Cidadão, em Campo Grande. Desde a manhã, o movimento é intenso no local.

Francisco Marcondes de Almeida é um dos que estavam no local para quitar parte das dívidas com a prefeitura da Capital. Ele possui imóveis e inquilinos acabaram deixando de pagar o IPTU, sobrando a ‘bucha' para o proprietário.

“Tentei negociar um pouquinho à vista e um pouco à prazo. Nem sempre o dá para pagar tudo de uma vez. Então, a gente aproveitai esses refiz para a gente poder ‘devagarinho' ficar em dia com a prefeitura”, relatou ao Jornal Midiamax.

O atendimento para aqueles que pegaram a senha até às 18h continua durante a noite desta sexta. Segundo o município, a expectativa era que cerca de 2 mil pessoas fossem atendidas nesta sexta. O movimento dos últimos dias foi tranquilo, com cerca de 500 a 800 atendimentos por dia. A tendência mostrava que o contribuinte deixaria mesmo para última hora.

refis
Central do Cidadão lotada (Nathalia Alcântara, Jornal Midiamax)

A maioria das buscas seria para dívidas de IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) e ISSQN (Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza).

Das condições de atendimento, o débito imobiliário pode ser pago com desconto de até 90%, parcelado em seis vezes com desconto de 70% e parcelado em até 12x com desconto de 40%. Já os de natureza econômica também terão desconto de até 90% para pagamento à vista e parcelamento, em alguns casos, em até 60 meses, conforme descrito no PPI.

  • O parcelamento em até seis vezes deve ter parcelas mínimas de R$ 100,00.
  • Os parcelamentos de sete a 12 meses devem ter parcelas mensais mínimas de R$ 500,00.
  • Parcelamentos de 13 a 18 meses com parcelas mensais mínimas de R$ 1.000,00.
  • Parcelamentos de 19 a 24 com mensais mínimas de R$ 1.250,00.
  • Parcelamentos de 25 a 36 meses com mensais mínimas de R$ 1.500,00.
  • Parcelamentos de 37 a 48 meses com parcelas mensais mínimas de R$ 2.000,00 e parcelamentos de 49 a 60 meses com mensais mínimas de R$ 2.500,00.