Cotidiano / Economia

Comerciantes aguardam término do feriado para cobrarem horário especial em Dourados

Os lojistas de Dourados ainda acreditam em uma nova decisão da prefeitura de Dourados a respeito ampliação do horário do comércio durante o restante do mês de dezembro. Segundo a categoria, há uma expetativa de que um novo decreto seja assinado nesta quarta-feira (9) pela prefeita Délia Razuk. Caso a situação não seja revertida, uma […]

Marcos Morandi Publicado em 08/12/2020, às 11h38

Lojistas apostam em novo horário para impulsionar vendas.(Foto: Marcos Morandi)
Lojistas apostam em novo horário para impulsionar vendas.(Foto: Marcos Morandi) - Lojistas apostam em novo horário para impulsionar vendas.(Foto: Marcos Morandi)

Os lojistas de Dourados ainda acreditam em uma nova decisão da prefeitura de Dourados a respeito ampliação do horário do comércio durante o restante do mês de dezembro. Segundo a categoria, há uma expetativa de que um novo decreto seja assinado nesta quarta-feira (9) pela prefeita Délia Razuk.

Caso a situação não seja revertida, uma audiência pode ser agendada para apesentar as reivindicações dos comerciantes. Na última sexta-feira a administração municipal jogou um balde de água fria na expectativa dos comerciantes ao publicar o decreto 3.041, quando manteve o horário das 8h às 18h de segunda a sexta-feira e das 8h às 16, nos sábados.

“A Aced entende que o funcionamento do comércio em horário estendido reduz a aglomeração dentro dos estabelecimentos e proporciona neste momento de Natal, maior conforto e respeito aos consumidores, além de impulsionar as vendas de final de ano”, diz um trecho da nota assinada pela Aced (Associação Comercial de Dourados), que questiona a decisão da prefeita.

Leia a nota na íntegra:

Nota de Esclarecimento

A ACED – Associação Comercial e Empresarial de Dourados, vem por meio desta, defender o direito do empresário que vem respeitando todas as medidas de segurança imposta pela Prefeitura Municipal de Dourados para que sua empresa continue de portas abertas durante a pandemia do Covid-19.

Infelizmente, a administração municipal tem tomado medidas que impossibilitam meios de negociação quanto ao atendimento do comércio de Dourados. Nesta sexta-feira, dia 4 de dezembro, o decreto N° 3.041 determina que não haverá ampliação dos horários de atendimentos comerciais, pelo menos nos próximos 14 dias.

A ACED entende que o funcionamento do comércio em horário estendido reduz a aglomeração dentro dos estabelecimentos e proporciona neste momento de Natal, maior conforto e respeito aos consumidores, além de impulsionar as vendas de final de ano.

Juntamente com a CDL – Câmara de Dirigentes Lojistas, a ACED continuará empenhando-se para que o horário estendido aconteça, assim como em outros municípios do País.

A ACED ainda ressalta, que vem incansavelmente lutando, através de representação no Comitê de Gestão do Covid-19, para que o enfrentamento à esta pandemia, seja feito com o mínimo prejuízo a classe empresarial, seja para o pequeno ou grande comerciante.

A Diretoria.

Jornal Midiamax