Reinaldo cobra produtores e investe em inteligência contra aftosa em MS

Estado quer vacinar 18,8 milhões de cabeças
| 04/05/2015
- 18:26
Reinaldo cobra produtores e investe em inteligência contra aftosa em MS

Estado quer vacinar 18,8 milhões de cabeças

O governador Reinaldo Azambuja lançou nesta segunda-feira (4) a Campanha Estadual de ção contra a Febre Aftosa na antiga Fazenda dos Ingleses, na MS-262, saída de Campo Grande para Três Lagoas. Durante a abertura oficial da campanha na região do planalto e pantanal, Reinaldo avisou que a inteligência está trabalhando para proteger a fronteira e pediu colaboração dos produtores.

“Estamos investindo para que o mercado seja mais competitivo e aumentando a rede de proteção ao mercado. Colocamos a inteligência para cuidar as fronteiras, trabalho que já rendeu resultados com a apreensão de gado em Bela Vista”, ressaltou.

Sobre a ação, Reinaldo destacou a irresponsabilidade do contrabando. “É uma atitude que pode comprometer um trabalho de dez anos sem a febre aftosa. Em Iguatemi, inauguramos um frigorífico fechado há cinco anos e é isso que queremos ver. A carne do Estado é a melhor do Brasil”.

O superintendente federal da Agricultura em Mato Grosso do Sul, Orlando Baez, destacou que o Brasil tem o maior rebanho comercial do mundo e que Mato Grosso do Sul é o quarto maior produtor do país.

Com o slogan “Vacinar gera bons lucros”, o governo do Estado quer 18,8 milhões de cabeças de desde o dia 1º de abril, pela região de fronteira, considerada mais vulnerável, onde os trabalhos seguem até o dia 15 de maio. Nessa área (instituída desde 2008) os produtores têm até o dia 1º de junho para fazer o registro do número de animais imunizados.

Na região do planalto, a vacinação acontece de 4 de maio a 8 de junho. O registro deve ser feito até 23 de junho. Já na região do Pantanal, a campanha começa em 4 de maio e vai até 17 de junho, com prazo para registro até 2 de julho.

Veja também

Número será apresentado a investidores em leilão nesta quinta-feira (18)

Últimas notícias