Orientações são do

Alta no custo, que deve onerar em até 40% ao consumidor na conta de energia, situação incentivadora a um novo modelo de consumo doméstico, mais consciente e econômico também na fatura. É o que prega o Inmetro (Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia, autor de uma cartilha que pretende ajudar o usuário comum do serviço  a obter uma nova postura com o acendimento das lâmpadas e lucrar até R$ 1800 no ano.

A principal dica é referente às lâmpadas, que o instituto sugere a substituição das incandescentes pelas fluorescentes e só com essa medida reduzir o custo da conta em R$ 687 no período. O Inmetro também orienta que as pessoas recorram mais à luminosidade natural, reduzindo o tempo de acendimento de lâmpadas.

Outro ponto lembrado pelo órgão diz respeito à classificação dos eletrodomésticos quanto ao consumo de energia. Entre o nível A e o E, pode representar ao longo de um ano a diferença de R$ 60 no custo de utilização, no caso dos refrigeradores. Secar roupas atrás da geladeira ou do freezer pode ser prático mas onera a conta de energia conforme o instituto. 

Veja outras dicas do Inmetro, divulgadas no site oficial do órgão:

Televisão

A etiquetagem de televisores refere-se ao consumo em modo espera (stand by). Um televisor ligado na tomada, em modo espera, pode gastar até R$ 2,00 por mês.

Chuveiro elétrico

  • Esta etiquetagem é diferente pois, ao invés da eficiência energética, o Inmetro classifica a potência do aparelho. Ou seja, produtos menos potentes, que gastam menos energia elétrica, mas aquecem menos a água, são classificados nas faixas superiores da etiqueta (A, B, C). Já as mais potentes, que gastam mais energia e aquecem mais água, ficam nas classificações inferiores;
  • Em uma família de quatro pessoas, temos uma economia mensal de R$ 36, ou R$ 432 por ano.Se você mora em uma região quente do país, um chuveiro A ou B ou C é suficiente para aquecer a água. Se você mora em uma região mais fria, chuveiros E, F e G, em tese, seriam mais adequados;
  • Banhos não devem durar mais que oito minutos. Mais que isso, é desperdício de água e energia, que pesam no bolso;
  • Em dias mais quentes, use o chuveiro no modo “verão” ou potência mínima.

Condicionador de ar 

  • Para iniciar o uso, feche as portas do ambiente, ligue no máximo e espere refrigerar. Depois, pode diminuir a intensidade de refrigeração para manter a temperatura confortável;
  • Não deixar as portas abertas e, se não estiver usando o ambiente, desligue o aparelho; O consumidor pode economizar até R$ 176 por ano ao comprar um ar condicionado mais eficiente em termos de consumo de energia elétrica;

*Informações retiradas do site oficial do Inmetro http://www.inmetro.gov.br/