Corumbá, cidade localizada a 471 km de , tem registrado recorde nas altas temperaturas em . Mas nesta terça-feira (24), choveu forte no município. Porém, para os moradores do Residencial Buriti, que fica na parte alta da cidade, essa é preocupante.

O motivo é que o residencial foi um dos mais afetados pelo temporal que aconteceu no dia 12 de setembro, que teve fortes com rajadas que chegaram em média a 96km/h.

“Hoje entrou água aqui. Molhou algumas coisas dentro de casa e também de alguns vizinhos. Desde o temporal, a minha casa segue destelhada, já vieram aqui e falaram que iam arrumar desde a semana retrasada, mas até agora nada. Estou aqui retirando a água e tentando evitar mais estragos”, disse Luiza Ferreira, que mora no residencial há um ano.

Pelo menos seis blocos de apartamentos foram destelhados. A Prefeitura de Corumbá decretou Situação de Emergência por 180 dias na cidade devido a esse temporal de setembro. Mas após mais de 40 dias, as obras ainda não foram concluídas no residencial.

Prefeitura

Segundo a assessoria de comunicação da Prefeitura, as obras nos telhados começaram na segunda-feira (23), e está sendo executada com recursos próprios. Mas devido à Situação de Emergência, ficam dispensados de licitação os contratos de aquisição de bens necessários às atividades de resposta ao temporal, de prestação de serviços e de obras relacionadas com a reabilitação das áreas atingidas, desde que possam ser concluídos no prazo máximo de cento e oitenta dias consecutivos e ininterruptos, contados a partir da publicação do decreto, vedada a prorrogação dos contratos.

“Foi colocado lona em todos os apartamentos, mas não resistiu ao volume de chuva e causou esses transtornos pontuais. A Defesa Civil e a Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos estão monitoramento os problemas causados pela chuva de hoje no local”, destacou a assessoria.

Ainda segundo a assessoria, o custo da reparação no Residencial Buriti é de R$ 402 mil. Os serviços serão executados em sete blocos completos e outros dois, parcialmente. Não foi estimado um prazo para a conclusão da obra.

Vídeo gravado pelo @diarionline1


Saiba Mais