Há três semanas o construtor Armando Grennvile aguardava a vistoria da Caixa para por à venda casas novas que construiu no bairro Maria Aparecida Pedrossian, em Campo Grande. Porém, nesta segunda-feira (04), véspera da data marcada para vistoria, as casas foram invadidas e danificadas pela água das .

Ele conta que as casas estavam recém acabadas e prontas para à venda, mas a força das chuvas foi suficiente para derrubar o muro dos fundos e invadir a casa. A enxurrada levou terra, folhas, restos da e danificou as paredes, portas e deixou muita sujeira.

“A água desce com força do e não tem para onde ir. As ruas de trás não tem asfalto e as casas não têm muro, é por isso que a enxurrada chega com força aqui”, conta ele sobre a casa construída na rua Ponta Grossa, 1319.

Arnaldo estima que o prejuízo passe dos R$ 20 mil, já que será necessário refazer o muro, a pintura, portas. Nesta tarde, ele conta com a ajuda dos vizinhos, que já viram essa cena antes, para limpar a casa.

“No fim do ano passado a água destruiu o muro da casa de um vizinho aqui. Foi o mesmo que aconteceu hoje. Sorte que os vizinhos são solidários e estão ajudando a limpar”, afirma o construtor que precisou remarcar a vistoria.

A casa está avaliada em R$ 350 mil com terreno de 225 mt² e 79 mt² de área construída.

Alerta para temporais

Mato Grosso do Sul tem três alertas para temporais vigentes nesta segunda-feira (04). Um de chuvas intensas e outro de temporais atingem os 79 municípios do Estado, com grau de severidade amarelo, o que significa perigo potencial.

Os dois vigoram até às 10h de terça-feira (05). Outro alerta, de perigo para tempestades, atinge 27 municípios na região oeste do Estado, de Corumbá a Porto Murtinho. O alerta é válido até às 19h desta segunda-feira (04).

Está sabendo de algo que MS precisa saber? Conte pro Midiamax!

Fala Povo: O leitor pode falar direto no WhatsApp do Jornal Midiamax pelo número (67) 99207-4330. O canal de comunicação serve para os leitores falarem com os jornalistas. Se preferir, você também pode falar com o Jornal direto no Messenger do Facebook.

Você pode enviar flagrantes inusitados, denúncias, reclamações e sugestões com total sigilo garantido pela lei.

Acompanhe nossas atualizações no FacebookInstagram e Tiktok

Saiba Mais