Costureira de 50 anos e seu filho de 20 passaram momento de terror ao acordarem com a casa em chamas no início da manhã deste sábado no Bairro Arnaldo Estevão de Figueiredo em . A costureira de 50 anos sofreu queimaduras no ombro, braço, tórax e inalou fumaça.

Ela foi levada para atendimento pelos ao Posto de Saúde do Tiradentes e já recebeu alta. Já o jovem de 20 anos, sofreu queimadura de segundo grau no braço direito inalou fumaça e está internado na Santa Casa. O estado de saúde dele é estável.

Admir José Romualdo, irmão da costureira e tio do rapaz de 20 anos, disse que o sobrinho foi quem acordou primeiro com a casa já pegando fogo e foi acordar a . “Ele pegou a mangueira para apagar o fogo, foi quando sofreu a queimadura no braço”, diz Romualdo.

O fogo foi parcialmente controlado pelo rapaz até a chegada do que acabou com as chamas e levou mãe e filho para atendimento médico. Segundo Romualdo, o fogo teve início devido a um curto circuito em fiação na sala, pegou no sofá e posteriormente no forro.

“Minha irmã está aqui em casa comigo, meu sobrinho permanece internado pois se queimou mais tentando apagar o fogo. O principal é a vida salva”, ressalta.

As chamas danificaram a máquina de costura profissional da moradora, fiação elétrica e telhado da residência além de outros objetos na casa. Quem quiser ajudar com madeiramento, telhas ou fiação elétrica, pode entrar em contato com Romualdo pelo 67 – 99212 – 3768 ou enviar um pix na qual a chave é este mesmo número.