Em uma hora as chamas consumiram dezenas de barracos em boa parte da do Mandela, em Campo Grande. O incêndio começou por volta das 11h desta quinta-feira (16) e se alastrou rapidamente devido ao calor e a ventania. No momento, Campo Grande marcava mais de 35°C.

O Tenente Coronel Cesar do Corpo de informou que as equipes chegaram ao local em menos de dez minutos e usaram a estratégia de “confinar” o fogo, com duas frentes de combate, para evitar que as chamas se alastrassem.

“Como as casas são construídas muito próximas umas das outras e maioria de madeira, houve o alastramento das chamas muito rápido e mesmo sendo apagadas rapidamente, todo o centro da comunidade ficou destruído”, afirma o bombeiro.

As construções precárias com instalações elétricas irregulares contribuíram para que as chamas se alastrassem. Ainda não se sabe o que motivou o início do incêndio.

Bombeiros fazem rescaldo do fogo

Neste momento, o faz o rescaldo das chamas, que é apagar os pequenos focos. No total, 20 militares foram deslocados para a ocorrência, além de diversas viaturas.

As equipes agora usam caminhões-pipa para reabastecer os caminhões e conter as chamas que restaram. Em torno de 250 famílias moram na favela do Mandela e até o momento não se sabe quantas famílias estão desabrigadas.

Saiba Mais