O corpo da Ana Clara Benevides, de 23 anos, chegou no início da tarde desta segunda-feira (20) a Mato Grosso do Sul. O translado partiu do de avião e desembarcou no Aeroporto Internacional de , quase três dias após a morte.

Ana morreu após passar mal na sexta-feira (17) no início do show da cantora Taylor Swift, no Engenhão. A chegada do corpo estava prevista para 12h, mas o voo sofreu um atraso e pousou pouco antes das 14h.

Segundo a empresa que faz o translado, o corpo deve chegar em por volta das 19h desta segunda. O velório será na Municipal de Sonora, na Rua Adalberto Bozoki, nº 305, e estava previsto para às 18h, mas após o atraso, segue sem horário confirmado.

Depois, Ana ainda deve ser velada e sepultada em Pedro Gomes, cidade onde nasceu. A chegado no município está prevista para às 7h de terça-feira (20). A jovem morava em Rondonópolis (MT), onde fazia faculdade.

A família abriu uma vaquinha para custear as despesas com o traslado do corpo, que contou com a ajuda de amigos, fãs e familiares. Contudo, uma fã page de Taylor Swift compartilhou a informação que a família da jovem teria recorrido a um empréstimo para pagar os custos do traslado.

Dia do show

Conforme uma amiga que estava com a fã, Ana começou a passar mal logo na segunda música da cantora norte-americana. A sensação térmica no Engenhão chegava a 60ºC e cerca de mil pessoas desmaiaram.

Entre elas está Ana, que foi atendida por uma equipe de saúde ainda no local, mas foi encaminhada para o Municipal Salgado Filho. Ana estava na grade assistindo ao show quando desmaiou.

Conforme o enfermeiro Thiago Fernandes, 22, amigo de Benevides, ela foi reanimada no estádio por aproximadamente 40 minutos, porém, teve uma segunda parada a caminho do hospital. Ana veio a óbito logo após dar entrada no hospital por volta das 20h.