Cidades de Mato Grosso do Sul estão em alerta de tempestade nesta terça-feira (31). O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) indica riscos de em todas as regiões, com ventos que podem chegar a 100 km/h.

O primeiro aviso é de perigo, válido até as 10h de quarta-feira (1º), principalmente para a região leste, sudoeste, central e sul do Estado. A chuva pode atingir volume de 30 a 60 milímetros por hora ou de 50 a 100 ao dia.

Também podem pontuar ventos de 60 a 100 km/h, com queda de granizo e raios. A condição favorece risco de corte de elétrica, estragos em plantações, queda de árvores e de alagamentos.

Já as regiões norte, pantaneira e bolsão podem marcar volume entre 20 e 30 milímetros por hora ou até 50 milímetros ao dia, acompanhando ventos de 40 a 60 km/h e queda de granizo. O risco de maiores acidentes é baixo.

Temporal

A análise do (Centro de Monitoramento do Tempo e do Clima) nas imagens de satélite identifica nebulosidade em praticamente todo o Estado. Uma área de chuva fraca a moderada vem gerando acumulados por volta de 20 a 30 mm nas últimas horas na região sul e sudeste. Essa instabilidade é decorrente de cavados e uma área de baixa pressão atmosférica no Paraguai.

Nas últimas 24h, a cidade de pontuou volume de 60,8 mm, liderando o ranking estadual de mais chuvosa. Em seguida, está Aral Moreira (53,4 mm), Caarapó (50,2 mm), Ponta Porã (47,8 mm), (45 mm), Jardim (44,8 mm) e Bonito (40,6 mm).

Também houve rajadas de vento observadas entre segunda-feira (30) e esta manhã, em Itaporã (88,6 km/h), Bonito (70,9km/h), Ponta Porã (65,9 km/h), Iguatemi (62,3km/h), Nova Andradina (60,1km/h), (60,1km/h) e Chapadão do Sul (55,1km/h).