Que no tem mais mulheres do que homens todo mundo já sabe, mas com o resultado do Censo 2022 é oficial. Os dados mostram que há 96,9 homens para cada 100 mulheres, o que, na prática, resulta em 43,9 mil mulheres a mais no Estado.

Mas o nem sempre foi esse. Em 1980, o índice era de 106,3, indicando haver 106,3 homens para cada 100 mulheres em Mato Grosso do Sul. Porém, o índice foi caindo ao longo das décadas até inverter em 2010, quando ficou em 99,3 indicando maioria de mulheres em relação aos homens.

Os dados são do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e mostram que em 2022 chegou ao menor índice, de 96,9 aumentando o número de mulheres na proporção. O cenário é esperado devido ao envelhecimento demográfico, onde o número de homens é gradualmente menor que o número total de mulheres, que apresentam menor mortalidade durante todas as etapas da vida.

Cidades menores têm número maior de homens

A média de Campo Grande está abaixo da vista no Estado, pois na capital são 92,2 homens para cada 100 mulheres. Já Dois Irmãos do Buriti tem o maior índice do Estado de mulheres em comparação aos homens e o ranking mostra que cidades menores tem mais homens do que as grandes.

Figueirão, por exemplo, tem o menor número de habitantes do MS e, na proporção, mais homens que mulheres. Enquanto , terceira maior cidade do Estado, está entre as cinco com maior número de mulheres em relação aos homens.

Confira o ranking com os principais resultados

  • Dois Irmãos do Buriti 112,2
  • Jaraguari 112,0
  • Figueirão 109,9
  • Paraíso das Águas 109,3
  • Alcinópolis 107,7
  • 91,9
  • Campo Grande 92,2
  • 92,3
  • Ponta Porã 95,1
  • Três Lagoas 95,9

Saiba Mais