O município de teve o decreto de emergência em decorrência das chuvas reconhecido na esfera federal. A decisão foi publicada em Diário Oficial nesta segunda-feira (13).

A decisão da União, por meio da Secretaria Nacional de e Defesa Civil, está descrita na portaria nº 1.028. Ponta Porã está na lista junto com outros quatro municípios do país, que também tiveram situação de emergência reconhecida.

A prefeitura de Ponta Porã havia decretado emergência em 17 de fevereiro, após chuvas intensas deixarem diversos estragos no município.

Estragos da chuva

Casas destelhadas, queda de árvores e danos na de asfalto, foram alguns dos estragos deixados pela chuva em Ponta Porã, nos primeiros 45 dias de 2023. Devido a essas situações, a prefeitura decidiu decretar emergência.

Em uma das situações mais críticas do município, a ponte sobre o córrego São João Mirim, no Bairro Estoril, teve muitos estragos. Com o solo encharcado, parte da terra e do asfalto cederam, deixando à mostra a base de concreto da passarela.

Ponta Porã foi uma das primeiras e mais afetadas das cidades com grandes registros de chuva. A enxurrada levou asfalto das ruas e danificou pontes. Cerca de 30 famílias ficaram desabrigadas por alagamento, principalmente em comunidades mais carentes.

MS tem 12 cidades com decreto de emergência

Mato Grosso do Sul já conta com 12 municípios que declararam situação de emergência devido às chuvas das últimas semanas, conforme declarou na quinta-feira (9) o governador (PSDB). Localizados sobretudo na região de fronteira e sul do Estado, os municípios enfrentaram de alagamentos a destruições de pontes e interrupções de vias de acesso