A Polícia Civil do divulgou o resultado de um dos resultados dos exames de Ana Clara Benevides, fã sul-mato-grossense que morreu no show da cantora Taylor Swift. O laudo mostra pequenas hemorragias no pulmão da jovem de 23 anos, que é sepultada nesta terça-feira (21), em Pedro Gomes, a 303 quilômetros de Campo Grande.

A delegada que investiga o caso, Juliana Almeida, informou ao site CNN que ainda faltam outros exames, como o toxicológico e histopatológico. A causa deve ser divulgada com a conclusão das avaliações médicas.

“Calor, insolação e desidratação são alguns desses fatores, mas sem o resultado dos exames, não temos como afirmar que seja isso”, diz a responsável ao site.

Ainda conforme a delegada, a entrega dos exames está prevista para 30 dias. As coletas foram feitas antes da liberação do corpo, para despedida em .

Velório aconteceu na de (O News.com)

Velório

O velório aconteceu durante a tarde e noite de segunda-feira (20) em Sonora, cidade onde parte da família de Ana mora. A cerimônia aconteceu no plenário da Câmara Municipal. Agora, o sepultamento será em Pedro Gomes, nesta terça (21).

Até a chegada do corpo, a família relatou que enfrentou burocracia, além de não receber apoio financeiro da organização do show e da equipe da cantora, foi realizada uma vaquinha para o pagamento do translado. O pai e uma prima de Ana chegaram a viajar para o para agilizar os trâmites.

Ana morreu na sexta-feira (17), quando a cidade enfrentava altas temperaturas. Ela chegou passar mal ainda no início do show, foi socorrida, mas não resistiu.

Nova tragédia

Gabriel Mongenot Santana Milhomem Santos, de 25 anos, também foi uma das vítimas que perdeu a vida durante a semana de shows na cidade. O sul-mato-grossense foi assassinato com facada na praia de Copacabana. Ele era um dos fãs que teria ido à cidade carioca para ver a cantora Taylor Swift.

O velório acontece na Pax Mundial, na Avenida Ernesto Geisel, em frente ao Horto Florestal, nesta terça-feira, a partir das 8h.