Após a da falta de ambulância para atender a Rede de Saúde Pública em , cidade localizada a 417 de , a prefeitura anunciou hoje (26) que realizou a locação de mais duas ambulâncias para atender à demanda da cidade.

O veículo do Tipo A chegou na quarta-feira (20), já em na cidade. Outra viatura idêntica chegou no último dia 23 e também entrou em operação imediatamente. As duas ambulâncias foram locadas pela Prefeitura com objetivo de atender às necessidades urgentes.

A secretária Municipal de Saúde, Beatriz Assad, destacou que o Município não mede esforços para disponibilizar ambulâncias em perfeito estado para atender a população. “Nossa preocupação é que o paciente tenha a garantia do atendimento rápido com profissionais capacitados para prestar os primeiros-socorros”, finalizou.

Ambulâncias e Licitação

Atualmente, Corumbá possui 7 ambulâncias, sendo 3 atendendo ao Samu. “Com estas viaturas, garantimos, aos nossos munícipes, o acesso ao serviço de saúde e permitimos que recebam os cuidados necessários num momento de vulnerabilidade. O acompanhamento e o tratamento rápidos aumentam as chances de recuperação”, disse o prefeito Marcelo Iunes.

Na próxima sexta-feira (29), a prefeitura vai licitar mais uma ambulância. Será uma do Tipo D (Suporte Avançado – UTI Móvel), com equipamentos sofisticados para o atendimento de pacientes em estado grave ou crítico.

Além desta licitação, o Município segue com outros processos licitatórios para aquisição de novos veículos, um inclusive com emendas parlamentares de vereadores.

Luta dos pacientes

No começo de setembro, dois pacientes que estavam em estado grave precisavam ser transferidos para Campo Grande, porém não havia ambulância Avançada (UTI Móvel). De acordo com a secretaria de Saúde, Beatriz Assad, o município possui quatro ambulâncias SAMU: uma está parada, devido a problemas mecânicos. Outras três em funcionamento, sendo duas básicas e uma UTI Móvel. Já para atendimentos fora de domicílio, são dois veículos, um básico e um avançado (UTI).

“Na semana passada, no dia 07, a ambulância avançada apresentou problema mecânico e o feriado dificultou compra de peças para reposição, e que, no dia 08, sexta-feira, uma paciente do hospital teve que ser encaminhada para atendimento em Campo Grande”, explicou a secretaria. 

Para que os pacientes pudessem ser encaminhados para a capital, o município contou com o apoio da Secretaria de Saúde de para fazer o transporte.