As obras de e pavimentação asfáltica que melhorariam a rotina de moradores do Nova Lima, em Campo Grande, se tornaram uma nova dor de cabeça. Paradas desde 2022, o que resta sobretudo em dias de chuva, são buracos e muito barro.

Com muitas ruas sem asfalto, o bairro sofre com as que formam enxurradas, abrindo buracos e deixando as vias intransitáveis. Como característica do bairro, muita lama fica nas ruas depois da chuvarada.

As principais ruas afetadas pelas chuvas e barro são: Avenida Abrão Anache, Rua Lino Vilacha, Rua Alberto da Veiga, Rua Cláudio Manoel da Costa, Padre Antônio Franco com a Lino Vilacha.

Por lá o problema é recorrente e piorou depois que as obras de drenagem e pavimentação foram paralizadas.

Três etapas, todas paradas

De acordo com a prefeitura de Campo Grande a obra do Nova Lima é dividida em 3 etapas. Sendo duas que estão paradas e vão ser relicitadas e a terceira, também parada e aguardando autorização da para ser retomada.

Em dezembro, a GTA Projetos e Construções pediu a rescisão do contrato sobre as etapas C e D de pavimentação e drenagem no Nova Lima. A obra seria executada em 12 doses meses em parceria com a empresa Equipe Engenharia.

Pelo cronograma, seriam asfaltadas 31 ruas e recapeadas outras seis, abrangendo o quadrilátero formado pelas Ruas Zulmira Borba, Cônsul Assaf Trad, Gualter Barbosa e Lino Vilacha.

Saiba Mais