A Prefeitura de Campo Grande paralisou cinco obras, segundo divulgado no Diogrande (Diário Oficial) desta terça-feira (22). São obras de sinalização de corredor de ônibus e asfalto no Rita Vieira, Nova Lima, readequação da Orla Morena e adequação de acessibilidade de unidade de saúde.

Foram paralisadas as obras com a empresa ARC – Comércio, Construção e Administração e Serviços LTDA para sinalização dos corredores do transporte público na Avenida Bandeirantes e Rua Bahia, contrato 217/2021, a partir de 1º de agosto deste ano.

Também foi paralisada a obra com a Empresa Equipe Engenharia LTDA para pavimentação asfáltica do Nova Lima, etapa B, e Rita Vieira, Etapa 1, com recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) 2, a partir de 1º de maio e 1º de agosto.

As obras de acessibilidade da Unidade Básica de Saúde da Família Maria Aparecida Pedrossian, realizadas pela empresa MRL Comércio de Materiais Elétricos e Serviços EIRELI – ME, foram paralisadas em 1º de outubro deste ano, assim como também foi formalizada a paralisação da readequação de acessibilidade da Orla Morena, na Avenida Noroeste, com a mesma empresa.

A reportagem questionou o secretário municipal de Infraestrutura, Rudi Fioresi, sobre o motivo das paralisações, mas não obteve retorno.