Uma bebê recém-nascida de morreu de na última semana em Mato Grosso do Sul. A menina sem comorbidades faleceu em decorrência do vírus Influenza B, na última sexta-feira (12). 

As informações constam no boletim epidemiológico de SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave), elaborado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), sobre a 19ª semana epidemiológica. 

O levantamento aponta que o Estado registrou seis novos óbitos da Influenza, totalizando 28 mortes desde o início do ano. Além da recém-nascida, confira o perfil das outras cinco vítimas:

  • Homem morador de Dourados, de 71 anos, que morreu de H1N1 no dia 09 de maio. Ele tinha como comorbidade imunodeficiência/Imunodepressão;
  • Uma mulher de 64 anos, moradora de Campo Grande, tinha Doença Cardiovascular Crônica e Obesidade. Ela morreu no dia 12 de maio por complicações da H1N1;
  • Uma mulher de 65 anos, de Três Lagoas, morreu no dia 12 de maio por H1N1. Tinha como comorbidade doença Neurológica Crônica, outra Pneumopatia Crônica;
  • Moradora da Capital, de 45 anos, faleceu em 15 de maio por H1N1. Tinha Imunodeficiência/Imunodepressão;
  • Homem de Campo Grande, faleceu aos 39 anos com o vírus da Influenza B, no dia 13 de abril. Tinha como comorbidade doença Cardiovascular Crônica e Obesidade.

Das 28 mortes em Mato Grosso do Sul por Influenza, 18 foram de homens e 10 de mulheres. 

Mais de 200 novas internações por SRAG em MS

O número de casos de internação por SRAG no intervalo de uma semana em Mato Grosso do Sul saiu de 3.006 para 3.211, o que representa 205 novas hospitalizações. 

Crianças com até nove anos de continuam representando mais do que a metade dos casos, com 59,7% das internações por SRAG.

Vacinação

Campo Grande conta com mais de 70 locais de vacinação contra a e a gripe, que está liberada para toda população acima dos seis meses de vida.

A unidade do Quartel Central do Corpo de Bombeiros Militar, que fica na Rua Sete de Setembro, esquina com a Rua 14 de Julho, no Centro, também estará com doses contra influenza, das 8h às 19h.

Contra a covid-19, a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) informou que estão disponíveis doses para todo público em geral, desde bebês de seis meses, idosos e pessoas com comorbidades. O atendimento vai das 7h30 às 16h45.