Campo Grande teve semana marcada por maus-tratos contra animais, onde um gato foi assassinato a tijoladas, uma cadela prenha foi enterrada vida e até uma cadelinha de estimação foi encontrada destroçada em saco de lixo.

Diante dos relatos, os defensores de animais organizam uma manifestação no Centro de Campo Grande para o próximo domingo (29).

“Convido vocês meus amigos da causa animal e vocês que também têm seus animais de estimação a participar de uma manifestação de luto pelas vidas que foram ceivadas de forma violenta. […] Vão vestidos de preto”, diz mensagem veiculada nas redes sociais.

A mensagem diz que a manifestação acontecerá na com a Rua 13 de Maio às 10h no domingo (29).

Imagem: reprodução

Crimes contra os animais

Uma mulher de 42 anos que matou um filhotinho de gato a tijolada na última terça-feira (24) Ela chegou a ser presa, mas foi solta após audiência de custódia e fará tratamento no Caps (Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Drogas).

Nesta quarta-feira (25), uma cachorrinha que estava prenha e parindo os filhotinhos foi enterrada viva na Vila Bandeirante, no quintal de uma casa. Um vizinho estranhou que ela não estava no quintal e descobriu o crime. O homem que a enterrou foi preso nesta quinta-feira (26).

Outro caso que entristeceu leitores na semana, foi o desaparecimento de Mya, que foi encontrada morta nesta quarta-feira (25), destroçada em um saco de lixo. A tutora da cadelinha relatou nas redes sociais.

“Isso me despedaça também, em pensar o quão pouco digno foi isso, logo ela que merecia o mundo e nós queríamos dar isso pra ela também. Mas sabemos q nossa Mya recebeu as boas energias de amor e carinho de nós e de tantos outros” escreve Flávia.

Saiba Mais